19 de novembro de 2014

Capítulo 15 - Water and Love

~ Você On ~

Foi muito legal a atitude da Anne em se desculpar comigo. Acho que as coisas finalmente estão se ajeitando... Sinto que estou cada vez mais apaixonada por Harry e isso não é ruim, já que ele também transmite o mesmo sentimento o tempo todo.
Estava terminando de me vestir depois do banho...


Já devia ser 18 horas e acontecia uma festa no Hotel. Vesti uma roupa simples, pois não iria ficar lá muito tempo. Os meninos já estavam todos na festa e só eu ainda me arrumando. Passei uma maquiagem menos leve, porém nada exagerado e soltei meu cabelo. Por último borrifei o perfume, dei mais uma olhada rápida no espelho e fui para o salão de festas.
Não vi nenhum dos meninos ali, e estava bem cheio. Fiquei parada apenas olhando as pessoas curtirem, até que depois de um tempo vejo Justin vindo na minha direção. Respirei fundo e sorri de lábios unidos.

Justin: Olá (Seu Nome). –me abraçou-
Eu: Oi... Como vai?
Justin: Ótimo e você?
Eu: Também estou. –olhei para ele e por um instante mergulhei nos seus olhos castanhos me lembrando de quando eu os via de perto quando nos beijávamos, quando Justin dizia coisas lindas e eu acreditava-
Justin: Que coincidência, não é? –perguntou trazendo minha atenção novamente-
Eu: É... Muita coincidência. –sorri- Vai ficar aqui por quanto tempo?
Justin: Só mais dois dias. Meus próximos shows serão no Canadá.
Eu: Ah que legal.
Justin: É sempre bom te ver sabia? Você fica cada dia mais linda. –disse me olhando com firmeza-
Eu: É bom te ver também. –sorri um pouco assustada com o que ele disse. Não que ele não possa dizer, mas depois de tudo que aconteceu, era estranho ouvir um elogio dele-
Justin: Não vai beber nada?
Eu: Não, fico melhor sem bebida. –ele sorriu concordando- E você?
Justin: Ah, estou esperando a Anne, sabe como é...
Eu: Entendi... –falei balançando a cabeça positivamente e senti uma mão pegar em minha cintura, olhei para o lado e vi Harry mais sério que o normal-  

Justin balançou a cabeça em forma de cumprimento, sendo totalmente ignorado por Harry que mantinha seus olhos em mim.

Harry: Vem ficar perto de mim e dos meninos. –pediu baixo-
Eu: Estou bem aqui Harry. –respondi da mesma forma, ele olhou para Justin rapidamente, depois voltou seu olhar a mim-
Harry: Sério? Vai preferir mesmo ficar falando com ele? –revirei os olhos-
Justin: (Seu Nome), vou dar uma volta, depois a gente se fala...
Eu: Não, fica Justin. –pedi sem pensar-
Harry: Você não vai vir comigo? –perguntou alto-
Eu: Depois eu vou Harry.
Justin: Não quero arranjar problemas.
Harry: Você já arranjou há muito tempo Justin. –disse parecendo nervoso e suspirei pensando no que estava prestes a acontecer-
Justin: Cara, você ainda se dói por causa daquela história?
Harry: Vou te mostrar o que vai doer se disser mais uma palavra.
Justin: Como é que é? –os dois se encararam e peguei no braço de Harry-
Eu: Hey, dá para vocês pararem com isso?
Justin: Esse cara me estressa. –disse em um resmungo-
Eu: Beleza... Venham comigo, os dois. –andei um pouco e os dois ficaram parados, parei e olhei para trás os encarando- Venham! –falei mais alto e eles assentiram-

Saí de dentro do Hotel e eles vieram atrás de mim...


Harry: Por que trouxe a gente aqui?
Eu: Quero falar com vocês. –Justin revirou os olhos- E vocês vão me ouvir até o final. –falei olhando para ele que assentiu desanimado- Vocês não acham que já está na hora de parar com essa implicância? Quando comecei a namorar o Justin eu não tinha nem noção que você gostava de mim Harry, mas no fundo eu já sentia algo por você, mesmo que não fosse amor, mas eu sentia algo. –falei olhando para o Harry- E você Justin, os momentos que passei com você foram lindos, mas não passou de uma ilusão... -me interrompeu-
Justin: Não foi ilusão.
Eu: Não importa. O que importa agora é que os dois entendam que acabou. O que aconteceu entre mim e você é passado, e acho que você já entendeu isso melhor que o Harry. -encarei Harry por um tempo e ele abaixou a cabeça- Justin, eu não guardo mágoas do nosso passado e não me importo em continuar falando com você, ou em sermos amigos, mas algo além disso não vai acontecer... O amor acabou, pelo menos da minha parte. -Justin também abaixou a cabeça enquanto assentia balançando a mesma- E Harry, eu te amo, você sabe disso e continua com essa mania de se sentir incomodado quando falo com Justin. Entenda de uma vez por todas que o único homem que eu amo é você. -suspirei- Agora quero deixar claro que quero continuar sendo amiga do Justin, e que espero que você entenda isso Harry.
Harry: Tudo bem. –falou seco-
Eu: Então, por favor, parem de se estranhar, não há motivos para isso, o que passou, passou. Chega de viver o passado. Pode ser? É pedir demais? -o silêncio tomou conta do lugar enquanto eu esperava a resposta-
Harry: Sinto muito Justin.
Justin: Desculpa cara. –eles pegaram um na mão do outro e se abraçaram batendo nas costas-

Suspirei aliviada, eles se afastaram e ficaram calados por um tempo.

Harry: Desculpa. –falou para mim que assenti sorrindo de lábios unidos-
Justin: Bom, eu vou procurar a Anne agora... –disse saindo-

Assentimos. Harry se aproximou de mim devagar e me abraçou passando seus braços pela minha cintura. Passei meus braços envolta de seu pescoço e apoiei minha cabeça perto de seu ombro.


Eu: Te amo.
Harry: Você é linda sabia?

Beijei o braço dele e o olhei, recebendo um beijo em seguida. Enquanto me beijava, Harry me levantou um pouco tirando meus pés do chão e depois me colocou novamente no chão pegando em minha nuca e continuando o beijo carinhoso até que uma voz fez nossas bocas se separarem me deixando querendo mais. Mordi meus lábios e olhamos para a direção da voz. Louis nos olhava da porta do salão.

Eu: Vamos. –Harry me selou e fomos-
Louis: O dono do Hotel quer que a gente faça um show aqui. O Justin vai tocar primeiro e depois nós.
Harry: Tudo bem por mim.
Louis: Ok.
~ Você Off ~


~ Anne On ~

Filmei todo o show do Justin... Ele é todo perfeito em tudo que faz. Tenho certeza que vou ver todos esses vídeos dele cantando depois.


Assim que o “show” do Justin acabou, fomos para o quarto. Falei com ele que iria filmar o dos meninos também e ele assentiu dizendo que iria tomar banho. Demos um selinho, ele entrou no banheiro e fui para o salão levando a câmera. Os meninos já estavam cantando, então comecei a filmar rápido.

Fiquei cantarolando as músicas junto com eles e quase me emocionei, não sei por quê. Em um momento Harry olhou para a câmera todo fofo...


Eles são todos perfeitos também... Estou cercada de perfeição.
Sorri de meus pensamentos e olhei para o pessoedal que dançava e se divertia com o show. Vi a (Seu Nome) lá também conversando com o Zack, novo baterista do Justin. Achei estranho, mas ignorei e foquei na câmera.

~ Anne Off ~


 ~ Você On ~

Enquanto os meninos cantavam, fiquei os assistindo junto com as pessoas que estavam ali. Estava distraída olhando para Zayn fazendo um de seus solos perfeitos quando alguém diz “buh” no meu ouvido quase me matando de susto. Olhei para trás e era Zack com um sorriso de orelha a orelha.

Eu: Oi! –sorri-
Zack: Tudo bem gata? –me abraçou-
Eu: Tudo bem... E aí, curtindo o show?
Zack: Sim, acabei de tocar e resolvi curtir um pouco os meninos. Eles são bons.
Eu: É verdade. –sorri assentindo e olhei para Harry que olhou Zack de um jeito estranho-


Zack: Quer dançar?
Eu: Desculpa, mas não sou boa em dança.
Zack: Qualquer coisa, posso te ensinar. –piscou malicioso-
Eu: Ah é? Você dança bem assim? –perguntei inocente-
Zack: Fiz umas aulas à alguns anos atrás.
Eu: Sei. –sorri-
Zack: É sério. Concede-me essa honra? –gargalhei-
Eu: Não, não dá, sou ruim de verdade.
Zack: Que nada, é só se soltar.
Eu: Que insistente! –falei me fingindo irritada e ele fez uma careta fofa- Só um pouquinho, se eu pagar mico, te mato.
Zack: Até parece que nunca dançou na vida. –pegou em minha mão e começou a dançar, olhei os movimentos dele e tentava fazer algo parecido-
Eu: Sabe aquelas pessoas que só cantam no chuveiro? Poderia dizer que só danço no banheiro. –ele sorriu-
Zack: Olha só, você está indo bem... –disse olhando meu corpo-
Eu: Ok, já chega. –parei de dançar e ele apertou minha mão-
Zack: Poxa, agora que estava ficando legal... –fez cara de súplica-
Eu: Chega. –soltei a mão dele e sorri cruzando os braços e ficando parada-
Zack: Você seria perfeita dançando. –disse olhando para mim me deixando sem graça-
Eu: Não consigo nem imaginar. –sorri-
Zack: Mas eu consigo. –comecei a notar um clima estranho... Acho que ele estava me paquerando e eu precisava acabar logo com isso-
Eu: Então tá neh... –dei de ombros- Olha, vou subir para perto do palco porque Josh pode precisar de mim quando acabar.
Zack: Ah, fica mais um pouco.
Eu: Já é a última música... Depois a gente se fala.
Zack: Ok. –assentiu meio desanimado- Até.
Eu: Até. –acenei e saí de perto dele indo para trás do palco-

Respirei aliviada enquanto via os meninos de mais perto do lado do palco. Fiquei olhando para Harry enquanto ele cantava, estava prestes a babar quando passou alguém e me esbarrou, me fazendo acordar. Sorri de minha idiotice e percebi ele procurar algo entre as pessoas, pensei que talvez ele estivesse me procurando e o chamei. Ele olhou para o lado e mandei vários beijos para ele o fazendo sorrir e voltar o olhar ás pessoas...


Assim que o show deles terminou, eu já estava com muito sono e bocejava toda hora. Cada um foi para seu quarto e eu e Harry fomos para o nosso. Joguei-me na cama bocejando pela centésima vez.
Eu: Preciso dormir logo. –disse manhosa e desabotoei minha calça, tirei e joguei em qualquer canto, depois subi até o topo da cama quase rastejando-

Harry apenas sorria enquanto se despia para tomar outro banho.
Fechei meus olhos e nem o vi indo tomar banho, apaguei.

_______ ** _______

Acordei depois de mudar de posição duas vezes... Ainda estava escuro, peguei meu celular no chão, no bolso de minha calça e no relógio do visor eram 4 horas da manhã. Esfreguei os olhos e os fechei tentando dormir novamente, mas sem sucesso. Então a saída foi ficar olhando para o nada por um tempo, até me lembrar da piscina. Não estava frio, então decidi passar esse tempo acordada lá.
Levantei-me com cuidado para não acordar Harry, vesti um short de pijama, já que estava só de calcinha e saí de quarto abrindo e fechando a porta devagar.
Cheguei ao pátio da piscina. Sentei-me na beirada e coloquei os pés dentro da água. Fiquei sentada movendo minhas pernas para dentro e fora da água. Não havia ninguém ali e ainda estava escuro, mas eu não estava com medo de nada, e nem pensava em nada, só sentia uma paz com apenas o barulho da água e nada mais.
Já devia estar ali por pelo menos uns 20 minutos da mesma forma e ouvi um passo atrás de mim. Gelei por um segundo e olhei para trás rapidamente percebendo que era Harry. Suspirei aliviada, mas com o coração ainda acelerado.

Eu: Nossa Harry! Não chega calado assim... –falei colocando a mão sobre o peito e ele sorriu-
Harry: Desculpa. –se aproximou e agachou ao meu lado segurando um copo com canudo- Por que veio pra cá?
Eu: Acordei e não consegui mais dormir... –falei dando de ombros- E você?
Harry: Acordei, não vi você do meu lado e fiquei preocupado. Depois que vi que você estava aqui pelo vidro da porta, resolvi saciar minha sede. –disse levantando o copo que segurava- Quer?
Eu: O que é isso? 
Harry: Suco... De laranja. –sorri de lábios unidos e peguei da mão dele tomando um pouco e devolvi- Devia ter me acordado... Eu passaria o tempo falando com você. –sorri de lábios unidos pela fofura dele-
Eu: Acordar você em plena madrugada para passar o tempo? Claro que não. –passei a mão na bochecha dele e ele sorriu-
Harry: Não teria problema nenhum.
Eu: Mas foi bom vir aqui, respirar esse ar... –disse inspirando pelo nariz e Harry me encarou sério-
Harry: Vai entrar? –perguntou se referindo à piscina e sorri marotamente-
Eu: Só se você entrar comigo. –desafiei mordendo os lábios e Harry fez uma careta-
Harry: Ok, pode ir primeiro. –sorri e entrei na piscina de uma vez só- Caramba... –resmungou- Tenho mesmo que entrar.
Eu: Tem. –falei sorrindo e ele se levantou deixando o copo de suco na beirada e mergulhou sem nem tirar a roupa-

Fiquei sorrindo enquanto ele mergulhava, até ele subir novamente a cabeça e sacudir seu cabelo jogando para trás. Nadei até ele e peguei em sua nuca o dando um selinho.

Harry: Até que não foi tão ruim. –disse pegando em minha cintura aproximando nossos corpos-
Eu: Vem... –o puxei até a beirada da piscina onde encostei-me à parede da piscina e ele colou seu corpo com o meu pegando em meu rosto e me dando um beijo, muito bom como sempre-

Finalizamos com um selinho, sorri mordendo os lábios e nos virei o encostando à parede e ficando com o corpo perto do dele. Ele pegou o copo e voltou a tomar seu suco.
Ficamos um tempo em silêncio enquanto eu passava meu dedo indicador pelo contorno de seu peitoral por baixo da blusa molhada em seu corpo. Uma pergunta começou a latejar em minha cabeça, eu não devia perguntar, mas minha curiosidade era maior que qualquer coisa e o encarei pensando em perguntar ou não.

Harry: O que foi? –perguntou ao perceber que eu o encarava e voltou a tomar seu suco-
Eu: Nunca pensou em se casar Harry? –perguntei, assim, diretamente e Harry desceu o copo que estava em sua boca começando a tossir, parecendo ter se engasgado. O ajudei dando tapas nas costas e não resisti em segurar o riso, ele foi parando de tossir aos poucos e quando parou o encarei sorrindo- Essa pergunta te assustou tanto assim?
Harry: O quê? –perguntou meio aéreo e ainda com face assustada-
Eu: Você, nunca pensou em se casar? –ele pareceu engolir seco-
Harry: Já... Quer dizer... Na verdade não muito... Quase nunca... –ele gaguejava entre as frases-
Eu: Calma Styles, não estou te pedindo em casamento. –sorri enquanto ele permaneceu sério- Era só uma curiosidade.
Harry: Érr... –eu não conseguia parar de rir por causa do jeitinho desesperado que ele ficou- Acho muito bonita a ideia de ter uma família, um casamento, essas coisas... Mas não acho que me encaixo nesse perfil.
Eu: Por que não?
Harry: É preciso ter muita certeza do que se está fazendo... É uma entrega muito importante, por isso, quando acontecer vou fazer de tudo para ser eterno, eu preciso estar preparado... Sabe, é difícil explicar... –ele falava um pouco embolado, mas ao mesmo tempo pausado, acho que de qualquer lugar do planeta dava para ver o brilho do meu olhar ao vê-lo falar daquele jeito-
Eu: Concordo com você. –sorri ficando vermelha- Por favor, não me interprete mal, foi só uma curiosidade boba, não queria te deixar assustado.
Harry: Tudo bem... Mas e você?
Eu: Se penso em me casar? –ele balançou a cabeça positivamente- Às vezes...
Harry: Comigo? –perguntou sorrindo me deixando mais vermelha que uma pimenta-
Eu: Não, com o Niall. –falei séria e ele fez cara de bravo me fazendo rir- Bobo. Te amo sabia?
Harry: Sabia. Desde o começo. –me puxou mais pela cintura-
Eu: Mentiroso. –sorrimos- Vamos nadar mais?

Puxei-o pelas mãos e ele veio meio desanimado, mas no centro da piscina nos afundou na água me puxando para um beijo debaixo dela...


Ficamos ali o resto da madrugada nadando e aproveitando nossos momentos juntos...


~ Você Off ~

17 de novembro de 2014

Prólogo - Leave me alone

                                                            Você ON
Como que eu posso explicar essa imensa felicidade e imensa tristeza também ? É um daqueles momentos que as pessoas me perguntam como eu estou e eu respondo "sei lá". Geralmente quando respondo isso, é porque não tenho palavras pra explicar o que eu sinto, na verdade, até tem palavras, mas eu ainda to meio sei lá, se é que me entendem, hoje é meu ultimo dia no colégio, no RJ e no Brasil, sim, amanhã eu pegaria o primeiro voo pra Londres às 08:00, são 05:50 da manhã e eu acabei de acordar, ainda estou deitada olhando pro teto, curtindo meu momento "sei lá",


Dei um sorriso idiota lembrando das minha amigas da escola, principalmente Hazel, que é uma palhaça, não sei oque vai ser de mim sem ela por perto, eu tenho o hábito de estar de mal humor das 05:50 até o momento que a Hazel chega na sala contando suas piadas ridículas que me fazem gargalhar que nem uma retardada, hoje é segunda-feira, oque dizer ? Odeio as segundas! Já fazem 10 minutos que estou deitada, se não levantar agora, vou me atrasar.

Levantei correndo, fui ao banheiro, tomei meu banho, não lavei o cabelo por falta de tempo, sorte eu ter o lavado ontem à noite, escovei meus dentes e voltei pro meu quarto, vesti minha calça e minha blusa do colégio, coloquei minhas meias, depois meu all star, fui pra frente do espelho pra me maquiar, passei umas camadas de rímel, suficiente para deixa-las parecidas com patinhas de aranhas, já contei que sou fissurada em rímel ? Pois é, eu amo. Passei meu batom rosa favorito e minha mãe passou pelo corredor gritando


(sua mãe): Tchaaaau (seu apelido), boa aula!
(Você): Tchaaau mãe, bença!
(sua mãe): Deus te abençõe !

Em seguida passa papai imitando a voz da mamãe e gritando a mesma frase, dei uma gargalhada, dei tchau e também pedi bença, eles saíram, papai sempre leva mamãe pro trabalho de manhã e depois sai pra ir pra empresa dele, Marcos deve estar dormindo, hoje ele está de folga, fui pra cozinha, peguei um pedaço de bolo (comer depois de passar batom, super certo )na geladeira, e bebi o resto da coca de ontem (mamãe sempre reclama quando bebo coca de manhã, diz que faz mal, e eu bebo mesmo assim)
Já eram 06:40, droga, tenho que estar 07:00 no colégio, que fica a exatamente 20 minutos daqui, sai pegando minha mochila, corri até o portão e o fechei, fui verificando se faltava algo pra ir, quando cheguei na esquina, onde está o dinheiro da passagem do ônibus ???
Dei uma espécie de rosnada e algumas pessoas em volta me olharam estranho, voltei correndo, peguei o dinheiro e sai correndo de novo, andei muito mais rápido e cheguei ao ponto de ônibus, graças a Deus o ônibus veio rápido, entrei e olhei a hora 07:08, legal, se eu entrar atrasada minha mãe vai me socar e me deixar mais 1 mês sem celular(sim ela já fez isso por causa de 7 atrasos no mês.. longa história, desde então nunca chego atrasada), o ônibus estava quase chegando, faltava mais ou menos um quarteirão, e já eram 07:15, tinha um engarrafamento horroroso, então eu puxei a cigarra e assim que as portas abriram eu sai correndo pelas ruas q nem uma retardada, e olhando pra hora no celular, pedia licença pra algumas pessoas durante a "corrida" e quando finalmente cheguei eram 07:19, eu passei correndo pelo portão e o inspetor gritou pra mim "Cooooorre, que eu vou fechar o portão do seu bloco " consegui chegar lá, dei bom dia e subi as escadas, cheguei na sala com a respiração totalmente descontrolada.
              Me dirigi até a primeira fileira e me sentei no meu lugar, onde a senhorita Ramos me escalou pra sentar, Mari se sentava logo a minha frente e Hazel atras de mim, quando cheguei, Mari estava com a cabeça abaixada, provavelmente ela estava com muito sono, abaixei, falei com ela com voz de neném, ela riu e eu dei um beijo na bochecha dela, Mari era branca, tinha cabelos castanho claro com californianas louras do tipo platinado, ela era muito bonita, tinha olhos castanhos escuro quase pretos e um sorriso muito meigo, nós conhecemos esse ano e eramos muito amigas. Me sentei e fiquei procurando Hazel, não era possível que ela ia faltar no meu último dia, avistei ela do outro lado da sala conversando com nossos amigos nerds, Isaque (nosso melhor amigo da sala) estava sentado atras da cadeira de Hazel, e como sempre, ele estava dormindo, dei um sorriso por conta dessa cena, Isaque é moreno, com olhos escuros, bem musculoso, tem um corpo incrivelmente lindo, abraçar ele é a melhor parte do dia se é que me entendem, mas só rola amizade, ele é tipo nosso amigo gay, que não é gay, contamos as coisas pra ele e ele também nos conta, Hazel pulou na minha frente, atrapalhando todo meu pensamento

Hazel: OOOOIIE, bom diaaaa (seu apelido)
Você: olá Hazel popozudaaa, bom dia pra você também, o que me conta de bom?
Hazel: Bom, eu tenho uma melhor amiga muito chata, e graças a Deus ela vai se mudar, vai ir morar em outro país, finalmente consegui me livrar dela.. Aquela esquisita ! 
  Gargalhei e dei um tapa no braço dela, ela se sentou na cadeira dela e eu virei pra ela.
então ela continuou falando 
Hazel: Bom, as novidades são as de sempre que você já sabe, o sr gostosão fica mais gato a cada dia, hoje tropecei no pé dele, e não, não foi de propósito! - nesse momento eu a olhava rindo muito- e hoje é o dia que você vai me abandonar e esquecer de mim.
Você: Corta essa! Não vou te abandonar, vou sempre vir visitar, e você pode muito bem ir me visitar pra gente dar umas festinhas na minha mansão nova com uns boys magia, britânicos gatos!
 Ela deu uma gargalhada que eu não sabia se estava rindo da minha ironia quando falei da minha "mansão" ou dos "boys magia". O professor de química entrou na sala me mandando virar pra frente, assim eu fiz e prestei atenção na aula dele, que estava muito chata.
 
                                              Algumas horas depois..
As horas se arrastaram até chegar o intervalo, eu, Mari e Hazel descemos para o pátio e fomos direto pro refeitório, no colégio, eramos conhecidas como o trio ternura, eu não me achava grandes coisas, a Hazel era muito linda, e vamos dizer que bem conhecida, eu era mais popular, por que falava sempre com todos e não gostava de fazer diferença entre os bonitos e feios, nem burros e inteligentes, Mari também é linda, e muito simpática, normalmente, ninguém tem nada contra ela, as pessoas gostam de implicar mais com a Hazel e comigo, mas nós não ligamos. Caminhamos até o refeitório e nos sentamos na mesa, ficamos conversando, jogando papo fora, falando sobre Londres, sobre as férias, que elas podiam ir pra lá, depois elas ficaram conversando entre elas sobre filmes e eu fiquei quieta, voltando ao meu momento "sei lá", fiquei observando as pessoas no refeitório, quando o Arthur passou, mais conhecido como senhor gostosão, Arthur é um garoto lindo, gostoso e incrivelmente ele é muito inteligente, até porque quem chega no terceiro ano com 15? ele tem 16 agora, ele é muito alto, deve ter 1,88 por ai, branco e com cabelo loiro, eu tenho uma quedinha por loiros.. Na verdade, eu tenho mesmo é um abismo por loiros, branquinhos e com olhos verdes ou azuis, ele n tinha olhos verdes e nem azuis, mas eu tinha sim um abismo por ele, eu reparei q tava quase babando quando vi que as meninas estavam me olhando e o Arthur me encarando.

Hazel: (Seu nome) ???? (Seu nome) ??? EEEEEI, ta viva ?
Você: Oooi, to, oque foi ?
Mari: Não faz mais isso, todo mundo estava reparando você quase babando pelo sr gostosão!
 Quando as olhei, Hazel e Mari estavam abraçadas e dando risadinhas
Você: hahaha, eu não estava babando, muito menos por ele, eu estava apenas.. Distraída ! Ok ? Vocês duas são as mais ridiculas !
Mari: Nós sabemos! 
fiquei rindo delas se abraçaram e dando gargalhadas estranhas que envolviam roncos
 

Hazel: Distraída .. sei - mais uma vez ela ficaram rindo, logo dei uma risada também-
Mari: Vamos, já acabou o intervalo. 


Mais horas se arrastaram, era aula de Filosofia, faltavam 10 minutos pra acabar a aula, quando o professor disse:

Professor Jonas: Bom pessoal, nós temos uma aluna muito especial aqui, e hoje é o ultimo dia de aula dela, nós a acompanhamos durante todos esses anos do ensino médio, ela é linda, engraçada e muito inteligente, e passou na prova de intercambio da CATcollege, ela vai estar deixando o Brasil amanhã, não é o aniversário dela, mas tem que ter uma despedida!
Nesse momento todos começaram a aplaudir, eu fiquei muito feliz e com muita vergonha, professor me pediu pra que eu fosse lá na frente, eu levantei olhando pra Hazel e Mari e sussurrei "vou matar vocês duas" elas gargalharam e aplaudiram, começou a entrar muita gente na nossa sala, incluindo os diretores, Arthur, mais amigos do terceiro ano.. Não pera, Arthur ? ele veio segurando o bolo e muitas pessoas junto com refrigerante, e presentes, eu nunca ia esperar isso, sério, eu fiquei totalmente assustada e feliz, Arthur colocou o bolo na mesa e me abraçou.

Arthur: não acredito que essa baixinha metade-metade vai me abandonar (Arthur me chamava assim, porque eu era estranha fisicamente, era morena, tinha olhos azuis, e cabelos louros)
Você: Nem eu - eu não acredito que falei isso, eu sou uma idiota, eu sempre falo coisas idiotas quando estou perto dele, quando nos conhecemos, eu fui a pessoa mais idiota do mundo, no começo desse ano, umas meninas me apresentaram ele, só que a beleza dele me intimida muito, o mico foi mais ou menos assim
                                              Flash back on
Estava no meio da semana, e eu estava com as meninas, na porta do colégio, nós vamos embora juntas todos os dias, era verão então estava muito calor, não tinha condições de ficar paradas ali naquele sol, nos despedimos de uns amigos e fomos andando, quando chegamos na esquina estavam vindo 3 garotos na nossa direção, dois deles eram nossos amigos, e um deles.. Realmente muito bonito, alto, sorriso perfeitamente branco e alinhado, eu quase me perdi olhando pra ele, os nossos dois amigos foram falar com as meninas e esse veio na minha direção, eu fiquei parada que nem uma idiota, porque não sabia o que ia acontecer, eu tive muitos pensamentos bobos e idiotas "será que ele vai me beijar? eu nem conheço ele, oque ele vai fazer? Ai meu Deus, vou ser estuprada por um Deus grego em frente ao meu colégio"
Ele veio caminhando na minha direção e chegando mais perto, quando ele chegou, me deu um beijo na bochecha e falou apenas um "Oi"
 
Eu quase morri, não sabia nem oque fazer ou dizer, minha vontade era cavar um buraco e enfiar a cabeça, ao invés de falar um "oi, tudo bom?" ou "oi, qual seu nome ?" eu olhei pra cara dele com a cara mais idiota do mundo e disse:
Você: NOSSA
Ele riu 
Você: É, tenho que ir embora, tchau. 
(???????????????????????) foi tipo, ???? 
Porque eu fiz isso, meu jeito espontâneo de ser era o pior.

                                                      Flash back off
As meninas me zoam muito com isso até hoje, eu e o Arthur ficamos conversando um pouco, dps nos despedimos com outro abraço demorado, diretores me deram alguns presentes, lembrancinhas, me entregaram minhas cartas de recomendação que eu tanto esperava para usa-las na faculdade que eu planejava e assim bateu o sinal, eu e as meninas fomos pra casa, elas planejavam passar lá em casa mais tarde pra fazer uma "despedida", outra despedida, a ultima na verdade.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 ooooi oi gente :D Esse é o prólogo, espero que gostem, amem, comentem, indiquem, deem opiniõs, compartilhem com as amigaasss, enfim, esse foi o prólogo, logo logo eu posto o primeiro capitulo.
 Obrigada pelo apoio, Carlinha, Isa e Carol <3 e as leitoras, claro <3

Bea :*





15 de novembro de 2014

My heart, your heart - Capitulo 1



No primeiro olá, já me fez se sentir bem.

 

Evelyn P.O.V 

#flashback on

Bom, aqui estou eu, mais uma vez mudando de casa, bom desta vez não é literalmente mudar de casa e sim de país. Não estou muito feliz por isso, nada doí mais do que deixar meus amigos. Como irei ver eles? Será muito difícil. É vocês não devem estar entendendo muito este meu "desabafo". Minha mãe foi transferida para trabalhar em Londres. Minha irmã amou a ideia, eu nem tanto. Mas no fundo quero ter uma vida um pouco diferente, conhecer pessoas novas, então não me fará tão mal sair do Canada para ir pra Inglaterra. Me despedir dos meus amigos não foi tão fácil, eu aqui com meus 16 anos, ter que mudar para um país novo? É será difícil, mas bom. Ontem passei a noite inteira arrumando minhas malas, ajudei Liz, e minha mãe. Daqui exatamente 2 horas, iremos partir para Londres. Me arrumei bem light, coloquei uma calça azul, blusa da Chanel e um sneaker. Minha mãe deu um grito, da sala, e eu já sabia que era hora para irmos..............

#flashbackoff

Depois de 3 anos aqui em Londres, resolvi chamar minha irmã para sair comigo e com Sophie, vamos em um barzinho algumas ruas acima de casa. Sophie me chamou para ir porque vai apresentar Liam e seus amigos para mim e para Liz, minha irmã tem 16 anos, e eu 19 e estamos ficando pra titia viu, vai ver este encontro não nos faz bem

[...]

LIZ P.O.V

Neste exato momento estou me arrumando para ir no barzinho, que coisa mais brega. Brincadeira gosto dessas coisas, minha irmã nunca foi de me chamar muito para sair, que eu me lembre aqui em Londres ela nunca me chamou para sair com ela e com a Sophie, mas ela convidou eu para ir, pois vamos conhecer o namorado da Sophie e seus amigos. Eu e Evelyn não somos tontas, precisamos conhecer uns garotos novos, espero, que alguém seja do meu gosto.
Fui para sala e lá já estava Evelyn me esperando, ela estava lindaaaaaaaaaaaaaaaa.

L: Irmããããã, amei o look , haha - Disse iniciando uma conversa com a babaca da minha irmã.
E: Obrigada resto de aborto você também tá! - Rimos
L: E essa buzina acho que é Sophie vamos? - Ouvi a buzina
E: Vamos!

EVELYN P.O.V

Amei o Liam, espero que ele faça bem há minha irmã! Assim que chegamos no bar, Liam foi em direção a mesa que seus amigos estavam. E o primeiro a me cumprimentar foi um lourinho, lindo demais!

XXX: Olá, prazer Niall! - Esticou a mão para eu apertar, e assim fiz, apertei.
E:Oi Niall, meu nome é Evelyn!
N: Que nome lindo....

Naquele momento senti algo muito estranho, este Olá do Niall me fez tão bem, ele é lindo. Me deu uma vontade de lhe dar um beijo. Ele é perfeito, espero que sejamos GRANDES amigos ueheuhe.

--------------------------------------------------------------------------------------------

Oi Gente, não estou com muita inspiração hoje, estou com probleminhas de garotas (vocês me entendem kkk). Bom lindas, espero que vocês gostem deste pequeno capitulo. Mais foi o máximo que pude hoje.... Comentem e digam o que acharam, beijoos <3









Capitulo 1 - Dias Sofridos.



-

2 semanas depois..

                                              Você on

 Duas semanas sem ver ele, duas semanas tentando ao máximo não encontra-lo, duas semanas de sofrimento, duas semanas de namoro forçado. Aconteceu varias coisas nessas semanas, eu fiquei com nota máxima na faculdade, a Ariana conseguiu vencer o concurso de voz mais vibrante na faculdade, e o Justin apresentou o concurso. Algumas pessoas acharam que foi merecido, ela canta muito bem. O namoro de Rafaela e Niall continua firme e sempre rola as mesmas brigas de sempre, e ela esta sendo amada pelas Directioners, e muitas delas ainda preferem a mim do que a Kylie Jhenner. Zayn, Liam e eu estamos um pouco mais próximos do que antes, eles tem vindo aqui em casa quase todos os dias para alegrar a minha tarde, ou pelo menos tentar. Eles me conta tudo, e Zayn me disse estar tendo uma queda pela Ariana, e eu estou fazendo de tudo para eles ficarem juntos, porque ele merece ser feliz. Esbarrei com a Kylie no corredor, é claro que eu não fiz nada, não queria me rebaixar, mais ela queria que eu enfia-se a mão na lata dela. Liam anda um pouco triste esses dias, mais eu ainda não sei o motivo. A Ariana me chamou para irmos amanhã a tarde no estúdio de gravações, e que um empresário resolveu investir na carreira dela e achou que ela brilha sem luzes ao seu redor, ele é muito engraçado.
 Eles evitam falar o nome dele perto de mim, me fazem ao máximo esquecer que um dia eu estava feliz. Deletei qualquer contato que eu tinha com ele, deixei até de ir na festa em que os meninos fizeram só para não vê-lo.
 Eu estava esperando a Rafaela acabar de se arrumar. Ela vai sair com o Niall hoje, e pelo que percebi era pra uma premiação que eles estão concorrendo, como a melhor banda e a melhor música. Eles insistiram para que eu fosse, mais eu não estou pronta para ver ele ainda, ainda não. Ela apareceu na sala e fazendo uma pose, ainda não estava totalmente arrumada, mais estava linda.

Eu: -assoviei, e ela sorriu.- ta muito gata amiga.
Rafaela: Obrigada amiga. -ela veio até mim, se sentando ao meu lado.- tem certeza que não quer ir? Vai ser divertido.
Eu: Não, eu vejo pela televisão.
Rafaela: Se eu aparecer gorda me avisa. -gargalhei.-
Eu: Pode deixar. -parei de rir.-

 Ela volto para dentro, e eu liguei a televisão. A campainha tocou, e eu me levantei do sofá, abri a porta e dei de cara com os meninos, todos eles. Eu apenas suspirei e abri a porta o suficiente para que entra-se. Louis foi o ultimo a entrar, evitei ao máximo não olhar para ele.

Niall: Cade a Rafaela?
Eu: Ela esta lá dentro, eu vou chamar e... -ela me interrompeu.-
Rafaela: Eu to aqui. -apareceu atras de mim.-
Zayn: Vamos marca um dez aqui. -comecei a rir, assim como os outro, menos Louis e Liam.-
Liam: Anda Rafaela, vamos chegar atrasados.
Rafaela: Ih, eu to indo. -ela entrou novamente.-

 Eu dei um sorriso despistando e fui para a cozinha. Eu estava me sentindo incomodada com os olhares de Louis em minha direção. Me encostei na bancada e passei minha mão pelo meu cabelo, perdi o numero de quantas vezes respirei fundo para não ter um ataque e chorar de novo. Claro que eu não superei, eu ainda amo aquele garoto, ele foi primeiro em tudo na minha vida, é duro sofrer por um cara que não pensa o quanto você esta sofrendo. Fechei meus olhos, e me virei para lavar a louça. Ouvi as risadas vinda da sala, estava tão distraída que lavei o mesmo prato duas vezes. Senti umas mãos em minha cintura, e dei um pulo de susto. Vi Harry sorridente, e eu dei um tapa em seu braço.

Harry: Ai. -coloquei a mão sobre o meu peito.-
Eu: Quer me matar de susto? -tentei recuperar a respiração.-
Harry: Desculpa.
Eu: Tudo bem, não faça isso de novo. -ele sorriu, e foi se sentar na mesa.-
Harry: Tem certeza que não quer ir na premiação? Você pode conhecer a Demi, pode conhecer a Rihanna, pode conhecer a Beyoncé.
Eu: Obrigado por dizer os nomes das minhas divas. -eu sorri.- mais eu ainda não vou ir.
Harry: Não sabe o que vai perde.
Eu: Ah, eu sei sim, mas eu ainda quero ficar em casa. -ele era insistente, meu Deus.-
Harry: Então torce para ganharmos daqui.
Eu: Tenho certeza que vão ganhar. -eu sorri.-

 Ele se levantou de onde estava e me deu um abraço apertado. O cheiro dele é muito bom, e o abraço me passava segurança, pelo menos uma coisa boa.

Harry: Não fica brava com ele não, ele te ama mesmo. -eu não disse nada, apenas assenti e ele saiu da cozinha.-

 Contei até cinco na cozinha e voltei para a sala. Eles ainda esperavam por ela, Niall e Liam estavam reclamando das mulheres serem chatas para se arrumar. É claro que eu ri com ele, me sentei no meio de Zayn e Liam, e fiquei vendo a televisão.

Zayn: Sabe de uma coisa? -sussurrou em meu ouvido.- Você fica linda até com moletom rasgado e cabelo bagunçado. -eu dei um sorriso, o olhando.-
Eu: Sabe de uma coisa? -ele sorriu.- você fica lindo até dormindo.
Zayn: Eu sei, eu sou lindo.
Eu: E convencido. -nos dois sorrimos.-

                                                         Você of
                                                             Louis on

 Tudo bem que ela nem me olha nos olhos, e nem se quer nota a minha presença, mais ela esta provocando demais. Eu tento não olhar ela, mais é impossível. Odeio o que ela esta fazendo comigo, isso é injusto. Eu disse ainda que não era uma boa ideia de irmos para o apartamento com Niall, mais ai o Zayn e o Liam queria ver a (Seunome) e o Harry concordou que todos devíamos chegar juntos.
 Estava dificil para mim ver aquela cena, ela e Zayn cochichando um no ouvido do outro, um colado no outro, um me irritando mais que o outro. Por um momento senti inveja, não porque Zayn é o garoto bonito da banda, mais pelo fato de estar falando com a garota que eu amo, e que não vai falar comigo tão cedo.
 Isso é triste sabia? Eu ainda sofro por esta com quem eu não quero. Quando a Rafaela chegou na sala, eu dei um suspiro disfarçado de alivio. Aquela tortura havia chegado ao fim. Me levantei do sofá e sai sem me despedir de ninguém. Os meninos se despediram da (Seunome), e saíram. Os seguranças que iriam no carro conosco já estavam lá dentro. Eu fui no carro com o Harry e o Zayn. Não queria dizer nada, era melhor, estava focado em como dar o sorriso falso para os paparazzi que estarão na porta.

Harry: Vai ir na festa que vai rolar depois?
Zayn: Acho que vou ir.
Eu (Louis): Sou obrigado a ir.
Harry: O contrato não é? -acenei com a cabeça.-

 Chegamos, ouvi muitos gritos do lado de fora do carro. Os seguranças se posicionaram e nos três saímos, logo atras de nos estava o carro em que a Rafaela, Niall e Liam estavam, eu ajudei a Rafaela a descer, e ela me agradeceu, colocando sua mão em meu braço. Nos dois tiramos fotos, e eu dei autógrafos. Depois Niall veio reclamar seu lugar como namorado, e eu apenas entreguei a Rafaela de volta. Não demorou para o carro da Kylie chegar, e eu dei um selinho nela. Entramos juntos, e sentamos perto.

Kylie: Pensei que aquela garota iria vim. -ela disse perto de meu ouvido.-
Eu: Aquela garota tem nome. -eu sussurrei para ela.-
Kylie: Desculpa, esqueci que você e caído por ela. -ela disse baixo.-

 Não iria discuti com ela, então me calei. Uns minutos depois vieram nos chamar para a pequena apresentação que faríamos cantando Midnight Memories e Story Of My Life. Ela me deu outro selinho como "Boa Sorte" e eu fui com o produtor no camarim trocar a roupa.

                                                  Louis of
                                                          Você on

 Já estava sentada no sofá com a pipoca e a coca no canal da Premiere. Eu quando os meninos chegaram, eu vi a Rafaela, foi engraçado o modo como eles falaram dela: "A garota do Niall Horan." Das minhas divas só vi a Rihanna, que deu uma entrevista rapidinha. Eu estava esperando o momentos dos meninos aparecerem no palco, e quando anuncio a entrada deles, eu amentei o volume para ouvir a musica. Começou com Midnight Memories, eu fiquei pulando que nem uma louca na sala. Niall apareceu para uma câmera fazendo palhaçada.

-

-

 Eu comecei a rir deles, e ri mais ainda quando Liam pegou Zayn no colo e o girou, e Harry tentando desviar das penas de Zayn acabou caindo.

-
-

 Eles terminaram a apresentação com Story Of My Life e sairão do palco dando tchau para o publico. Eu fiquei ali na sala rindo sozinha enquanto assistia as outras apresentações dos famosos. Anunciaram o primeiro premio, a melhor música do ano estava sendo anunciada, quando eles disseram que Story Of My Life ganhou dei um pulo do sofá gritando.
 Apareceu aonde eles estavam, e eu vi a Rafaela comemorando, dando abraços nos meninos. Kylie estava com eles, e deu um selinho em Louis, é claro que aquilo me doeu, é muito. Eles deram um abraço em grupo.

-
-

E logo subiram no palco, Liam agradeceu, Louis interrompeu ele algumas vezes, e Niall dedicou o premio para as fãs.
 Meu sono já estava chegando, não queria ver mais, e eu tenho certeza que se eles ganhariam de novo, Louis e Kylie vão dar outro beijo e eu não to afim de me torturar. Desliguei a televisão, levei o que eu sujei para a cozinha e entrei em meu quarto. Me deitei na cama, me cobrindo até o pescoço. Fechei meus olhos, e vieram na minha mente momentos que eu tive com o Louis. Não queria lembrar isso, peguei meus fones de ouvido, colocando uma musica bem agitada e alta para espantar os pensamentos, fechei os olhos e acabei dormindo.

                                      ___________________________________

 Ouvi barulhos no corredor, olhei para janela, me levantei da cama ainda com bastante sono, e abri a porta. Rafaela e Niall estavam se pegando ali mesmo no corredor, para a minha sorte eles ainda estavam vestidos. Raspei a garganta e eles pararam o beijo e me olharam sem graça.

Rafaela: Eu te acordei? -eu comecei a rir.- O que você esta rindo?
Eu: A sua boca e de Niall borradas de batom. -Niall ficou vermelhinho, eu eu ri mais ainda.- Vou deixar vocês sozinhos, vê se não faz muito barulho.

 Eu os deixei no corredor, e fechei a porta do meu quarto, deitando na cama novamente. Peguei o fone de ouvido, e coloquei no máximo, e depois de algumas músicas, voltei a dormi.

                                   ___________________________________

 Permaneci de olhos fechados, escutando a musica no celular. Quando me despertei daquele sono terrível, tirei os fones e me sentei na cama, passando a mão em meus cabelos e o prendi em um coque frouxo. Esfreguei meus olhos, e me despreguicei. Bateram no quarto, e eu pedi que entra-se, era o Niall. Ele veio até mim, e se sentou na cama, olhando em meus olhos.

Eu: O que foi?
Niall: Você viu a premiação pela televisão ontem? -dei um sorriso ao ver seus olhos azuis preocupado.-
Eu: Vi sim, não perdi nada.
Niall: E você ta bem?
Eu: Se você acha que fiquei abalada por causa daquele beijo ta enganado, tudo bem Niall, não precisa se preocupar comigo. -menti, aquele beijo acabou comigo, mais eu permaneci com a minha expressão de garota forte, ou pelo menos tentei. - E alias somos passado. Não acho que vamos voltar novamente.
Niall: Claro que vai. -eu sorri.-
Eu: Vamos tomar café? -mudando de assunto.-
Niall: Bora.

 Pulei da cama, e nos dois fomos rindo para a cozinha. Fiz chocolate quente para nos dois e peguei uns cookies que havia comprado ontem. Tomamos nosso café conversando. Hoje é sábado, mais tarde vou ir no estúdio com a Ariana, pelo menos vê-la ensaiar vai ser bom para mim. Acabei de tomar meu café e continuei ali na cozinha com o Niall. Pode esquecer a Rafaela, ela vai dormi até uma da tarde, tenho certeza.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Continua..
 Eu nunca, jamais, consegui chegar no primeiro capitulo da segunda temporada MEU DEUS! Milagre divino. Obrigado por terem tido paciência comigo durante esse tempinho aqui no blog... :D' e mais uma coisinha...

Welcome Beatriz & Gabrielli


-
-

 Eu queria escrever uma boas vindas e então estou aqui. Seja bem vinda meninas, boa sorte com a sua fic/imagine aqui no blog. Pode ter certeza que eu vou ler todo o capitulo/imagine que vocês postarem. Parabéns por serem as mais novas Ad'ms daqui, se precisar de alguma coisa é só se comunicar comigo através do rascunho. Obrigada para as meninas que não conseguiram, tente novamente, quem sabe você não consegue na próxima? Estou torcendo por todas vocês, boa sorte.
 Parabéns meninas, vocês mereceram, e se a Carolina e a Isadora escolheu vocês, é porque vocês são boas no que fazem. :D'

GoodBye.

-

13 de novembro de 2014

Leave Me Alone (Nova Fic)


Nome da fanfic: Leave me alone
Boy da fic: Zayn Malik
Autora: Bea Cunha

Sinopse: (Seu Nome) Ventapane, uma garota comum do Brasil, 16 anos, com muitos sonhos e muitas expectativas, estudando do CEFET/RJ, cursando técnico de turismo, parecia que finalmente, tudo estava dando certo pela primeira vez em sua vida, tinha passado para o colégio federal que queria, à 2 anos e finalmente conseguiu realizar um dos seus maiores sonhos, fazer intercâmbio, estudar em um colégio em Londres, apesar de todos os dramas de familiares e de amigos, houve sim aquela grande despedida triunfal e totalmente dramática, estava tudo bem, tudo perfeito, estudar em um lugar novo, uma vida nova, pessoas novas, casa nova.. À quem (Seu Nome) queria enganar ? Bem até estar tudo em mente, estava tudo certo, mas à partir do momento em que tudo foi colocado em prática, ficou bem mais difícil, viver sozinha não é nada fácil, 16 anos, cidade distante, sem  ninguém pra quem você pudesse gritar "Mãeeeee, esqueci a toalhaaaa!" Apesar de tudo parecer apenas problemas superficiais, não, não era assim, além dos problemas do dia a dia em sua nova vida, (Seu Nome) já sofreu muito, cujo desses sofrimentos surgiram frutos de esperança para novos sonhos, para mudar, ao longo dessa história, aos poucos saberão mais sobre você, sobre seus problemas, traumas e grandes perigos que vem pela frente devido seus problemas familiares, em meio de tantos transtornos, dramas, perigos, pode ser, que você encontre um amor, o primeiro na verdade, alguém que te faz sentir distante e dispersa de todo o mundo da confusão, alguém que te tira do sério mas que você não vive sem, alguém que vai alimentar suas esperanças e que vai estar com você em quaisquer situações, não importa seja ela boa ou não, alguém que te ama.



Personagens:

(Seu Nome) Ventapane


Você tem 16 anos, prestes a fazer 17, estuda no CEFET/RJ, cursando o ensino médio/técnico de turismo e acaba de conseguir uma vaga em um colégio britânico para intercâmbio, você é divertida, apaixonada por história, ama música, tem um dom incrível que ainda vai ser descoberto e é um pouco explosiva.




(Sua Mãe) Ventapane


(Sua Mãe) Ventapane, é pedagoga, tem 45 anos, é uma mulher forte, que aguentou muitas lutas em sua vida, uma mulher doce, e justa, você e sua mãe são muito amigas e ela te ajuda em simplesmente tudo, vai ser muito difícil pra (Seu nome) viver sem ela.



(Seu Pai) Garcia

 (Seu Pai) tem 48 anos, é empresário, é um homem que batalhou bastante pra ter o que tem, já teve seus altos e baixos na vida, já teve problemas com drogas e álcool, mudou bastante ao decorrer da sua vida, conheceu (Sua Mãe) e se apaixonou por ela, largando toda a vida podre que ele levava, (Seu Pai) ainda tem muitos segredos e é um homem misterioso e com problemas para controlar seus ciumes excessivos.



Marcos Ventapane (seu irmão)



  Marcos tem 20 anos, um moleque no corpo de um homem, faz faculdade de direito, é muito brincalhão, muito ciumento com irmã, é o primogênito queridinho da casa.


Hazel (Melhor amiga do Brasil)


Hazel, 16 anos, estuda no mesmo colégio que você e faz o técnico de turismo também, Hazel vai conseguir o intercâmbio também porém, só dois meses depois de você, vocês vão morar juntas e passarão por situações tensas e também por muitas situações engraçadas.



Cara Delevingne(amiga nova)

Cara Delevingne, estudante do colégio britânico CATSCollege que você vai estudar, divertida, muito bonita e tem o grande sonho de ser modelo, ela vai ser uma das primeiras pessoas a falar com você e ser sua amiga no novo colégio.


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
oooi ooi meninas, então, ainda vou postar o prólogo, eu dei uma super sumida, porque estou em período de provas, ultimo bimestre, Ensino Médio é meio difícil, então me dediquei nos meus estudos, ainda não tive contato c a Karisa, (alguém por favor me manda o número) mas achei legal postar logo, já que ta meio parado por aqui, creio que as meninas também estão em época de prova, por isso estão atoladas, mas enfim, amanhã eu posto o prólogo, espero que gostem, essa fic vai ser uma misturinha do real com oque chamam de "impossível", mas é isso! Comentem, deem opiniões, eu aceito opiniões e gosto quando vocês comentam!  :DD
:* Bea.