17 de julho de 2015

Capitulo 23 - Hero.



-

"Quente, isso é a temperatura de agora. Parecia que o sol estava preste a chegar no planeta. Me levantei de uma cama e sai correndo. Eu só conseguia sentir mais calor do lado de fora daquela casa. Olhei em volta e eu só via o mar, eu estava me queimando. Corri para o mar e mergulhei nele, como se procura-se um jeito de escapar daquele fogo que me consumia. Esperei a minha hora chegar já que todos na praia estavam se queimando com o fogo.
 Me joguei naquele mar gelado e o frio me invadiu, eu tremi mais preferia o frio do que ser morta pelo sol. Fiquei boiando na água de costas, abri meus braços para não afogar.

-
-

 O vai e vem da água fria me deixava tonta e deixava meus musculos doloridos, uma coisa se prendeu ao meu pé é começou a me puxar para baixo. Não entrei em panico, como se eu soubesse quem estava me salvando. Abri meus olhos e vi os seus olhos azuis em um brilho de preocupação. Eu sorri para ele, e ele me deu um beijo rápido.

- Não sei o que seria de mim sem você. -ele disse, e alisou meu cabelo molhado.-
- Eu te amo. -eu disse, e abri um sorriso de orelha à orelha.-"

 Acordei com uma falação e percebi que estava encolhida no sofá, com um pouco de calor, suada, e com uma coberta em cima de mim. Estava com dor de cabeça, e meu corpo parecia queimar, como nesse sonho estranho. A Ariana e a Selena estavam conversando sobre mim, e quando perceberam que estava acordada suas caras ficaram mais aliviadas.

Selena: Você esta bem?
Eu: Eu to...? -tirando a dor de cabeça, e que estava tudo girando, eu estou bem.-
Ariana: Você estava quente, a febre deve ter abaixado. -pegou alguma coisa em baixo do meu braço, sacudiu e viu alguma coisa ali, um termometro.- É, abaixou. -se aliviou.-
Selena: O Jeremy ligou pra gente dizendo que você estava quente, e não sabia o que fazer.
Eu: Deve ser uma febre passageira, relaxa. -me sentei, tudo girou, coloquei a mão na cabeça.-
Ariana: O que você tem? Ficou tonta?
Eu: Eu to bem, me levantei rápido demais. -a Rafaela entrou na sala.-
Rafaela: Ainda bem que você esta bem, eu já ia ligar para a Mayra.
Eu: Quando você ficou com febre eu não liguei para a sua mãe. -resmunguei.-
Rafaela: Não liguei pra sua mãe, eu quase liguei. -suspirei.-
Eu: Dei febre? -elas sacudiram a cabeça positivamente.- Hum. Eu vou me deitar ok? Não precisa se preocupar, eu só estou cansada.
Selena: Acho que também vou dormi, já esta na minha hora.
Ariana: Amanhã é o ultimo dia não é? -fez uma carinha triste.-
Rafaela: Fazer o que né? Vamos aproveitar como amanhã?
Eu: Vamos pensar nisso amanhã, agora eu vou me deitar. -me levantei do sofá.-

 A Selena veio comigo para o quarto, mais ficou em silêncio. Troquei a roupa por um pijama cansada demais para tomar um banho. Mesmo assim fui ao banheiro, fiz a minha higiene matinal antes de dormi, e fui para a cama. Isso é estranho, parece que eu nem se quer dormi no sofá. As vezes eu estava cansada por causa do sofá, sofá não é lugar de dormi. Me virei para o canto e esperei que as luzes dos quarto fossem apagadas. Fechei os olhos, bocejei, e a Selena apagou as luzes, e eu senti ela se deitar ao meu lado. De pouco a pouco meu sono estava me golpeando, e eu acabei dormindo, sem lutar.

                                           ____________________________________________

 No outro dia acordei cedo, com mais disposição para fazer uma caminha. Me levantei da cama, e fui logo para o banheiro. Tomei um banho gelado por causa do calor, e tentei ao máximo não molhar o meu cabelo, fiz a minha higiene matinal, e sai do banheiro enrolada em uma toalha. Peguei uma roupa para mim, sequei meu corpo e me vesti.

-

-

 Fiz um rabo de cavalo bem no alto, e vesti meu tênis. Estava saindo, mais sem querer eu bati o pé no comodo ao lado da cama. Como eu consegui fazer isso? Olhei para a Selena que se mexeu na cama, e suspirei aliviada por não ter acordado ela. Me virei indo para a porta.

Selena: Vai fazer caminhada? -me virei para ela.-
Eu: Vou sim, desculpa ter te acordado.
Selena: Tudo bem, posso ir com você?
Eu: Claro que pode. -sorrimos.-

 Ela se levantou da cama e foi para o banheiro. Fiquei sentada na cama enquanto esperava ela se arrumar. Quando ela ficou pronta nos saímos do quarto e fomos para a cozinha tomar café reforçado antes de sair. A Rafaela estava pronta para uma caminhada também, e isso me fez sorrir. Não foi só eu que pensei em fazer caminhada hoje.

Selena: Pelo visto todo mundo quer fazer caminhada. -sorrimos.-
Rafaela: Vocês também vão? Pensei que teria que ir sozinha.
Eu: Quero gastar energia hoje, a Ariana não quer ir não?
Rafaela: Ela esta dormindo, eu a chamei mais ela disse que esta com dor de cabeça.
Eu: Ah, entendo.

 Tomamos nosso café rápido, peguei uma maçã e saímos de casa. Fizemos um alongamento antes de correr pelo cansadão da praia, encontramos algumas pessoas que estavam correndo, percebemos alguns paparazzi tirando foto mais nós não fizemos nada, apenas ignoramos. Nossa caminhada estava chegando ao fim, eu estava com cede e elas também. Paramos em um quiosque e bebemos água. Voltamos para casa andando e conversando. Eu estava sentindo aquele enjoo de sempre, respirei fundo e tomei um pouco de água para ver se passava. As meninas não precisa saber desses enjoos doidos, não quero deixa-las preocupadas, e depois eu vou no médico ver o que é isso.
 Chegamos em casa, a Ariana estava sentada no sofá falando no celular. Ela estava empolgada com alguma coisa. Deixamos ela acabar de falar ao celular e fomos para a cozinha. O Jeremy estava olhando o relógio e tomando café da manhã. Olhei o relógio e ainda eram 9:57, fui para o quarto, peguei uma roupa para mim, entrei no banheiro, tomei outro banho para tirar aquele suor do meu corpo, sai do banheiro enrolada na toalha, me sequei e vesti a roupa.

-
-

 Soltei meu cabelo daquele rabo de cabelo, e deixei ele solto mesmo. Sai do quarto e dei de cara com a Selena, nos sorrimos, ela entrou e eu sai. Fui para a cozinha e a Ariana estava conversando animada sobre o que ela estava falando ao celular.

Ariana:... esta se realizando, nem acredito é por isso que eu amo meu empresario. -a Rafaela parecia animada também, não entendi.-
Eu: O que aconteceu? -elas me olharam.-
Ariana: Eu vou gravar meu primeiro CD, ele me ligou para assinar um contrato com a gravadora e começar a trabalhar com as novas músicas.
Eu: Nossa, parabéns Ari, você merece. -eu a abracei.-
Ariana: Obrigada.

 Ela ficou nos falando sobre esse novo CD, e talvez a música que o Justin fez para ela pode estar no CD. A manhã passou rápido, e a tarde já estava chegando. Fizemos uma coisa facil para a gente comer, e depois descansamos um pouca para irmos naquela cachoeira do primeiro dia. As meninas estavam pensando em pegar estrada de noite, o que não seria uma má ideia.
 Terminamos de comer, cada uma lavou seu prato, e fomos com Jeremy naquela cachoeira do primeiro dia. Dessa vez não tinha tantas pessoas naquele lugar, dava para contar no dedo, 1, 2, 3... 7 pessoas estavam lá conversando, e tomando banho na cachoeira. Nos resolvemos ficar olhando e tirando fotos do nosso ultimo dia. Depois fizemos uma caminhada pelo lugar e descobrimos um lugar lindo, e perfeito para um pique-nique.

-
-

 Ficamos admirando aquele lugar durante um tempo, e acabou que vimos o pôr-do-sol naquele lugar perfeito. O Jeremy nos guiou para o Jep e nos fomos para casa arrumar as coisas. As meninos estavam reclamando de termos que ir embora, mais tínhamos compromisso, e amanhã poderíamos descansar da viagem, já que é domingo. A Selena vai ver o Justin, ela é sortuda, ele volto do show ontem, e vai poder matar a saudade dele, já eu e a Rafaela vamos ter que esperar mais dois dias para ver os meninos. E eu espero que acabe cedo assim como hoje acabou rápido. Coloquei minha mala em ordem, e a deixei uma roupa em cima da cama para usar.
 A Selena entrou no banheiro primeiro, e eu fiquei esperando no quarto, mais acabei desistindo de esperar e fui para a cozinha. Estava com fome, e não tinha nenhum biscoito de chocolate, voltei ao quarto, peguei o dinheiro e sai de casa. Fui no mercadinho ao lado, comprei dois biscoitos recheado de chocolate, um todynho e uma lata de coca. Passe no caixa e paguei, fui andando de vagar para a casa comendo o biscoito e tive a impressão de estar sendo seguida, mais ignorei.
 Entrei em casa, a Rafaela estava assistindo televisão, e por um milagre ela já estava arrumada. Ela encarou a minha roupa, e eu me olhei. Entendi seu olhar, e antes que ela começa-se a reclamar eu subi para o quarto. A Selena estava arrumando o cabelo quando eu entrei. Deixei o biscoito em cima da cama e entrei no banheiro levando a escova de dente comigo. Tomei meu banho, aproveitei e lavei meu cabelo, que estava cheio de areia. Terminei meu banho, me enrolei em minha toalha e fiz a minha higiene olhando o espelho, e assim que acabei, sai do banheiro.
 A Selena não estava mais ali, nem a sua mala. Eu me sequei, coloquei minha roupa intima e a roupa que eu separei para mim vestir depois do banho.

-

-

 Penteei meu cabelo molhado e o deixei solto, passei um pouco de creme nele para ele ficar macio quando secar. Passei perfume, lápis de olho, rímel e um batom nude da cor da pele. Dei uma ultima olhada no espelho e ouvi batidas na porta. Logo eu vi a Ariana abrindo a porta.

Ariana: Só falta você. -balancei a cabeça.-
Eu: Só vou colocar meu tênis.
Ariana: Ta bom, não demora. -sorri, e ela saiu.-

 Coloquei a roupa que eu estava em uma bolsa onde havia algumas outras sujas e sai do quarto com a minha mala e a bolsa de lado com o biscoito, o todynho e a coca dentro. Meu celular estava na minha mão. Encontrei as meninas desanimadas conversando com Jeremy sobre sentir falta daqui.

Eu: Vamos? -elas fizeram umas caretas e uma de cada vez fomos saindo de casa.-

 A Selena foi a ultima, ela saiu, trancou a porta e nos entramos na vã. Me sentei no mesmo lugar que eu vim, e estiquei a minha perna. A Rafaela e a Ariana ficaram conversando atrás e dessa vez a Selena participou dessa conversa. Fiquei olhando pela janela e comendo meu biscoito piraque e tomando coca.
 As nossas férias foi boa, eu gostei. Espero ter outras como essas. Olhei meu celular e mandei uma mensagem para Louis antes que o sinal cai-se, escrevi na mensagem que estava indo para Londres. Minutos depois a mensagem dele chegou me desejando boa viagem e dizendo que me ama, eu disse que o amava também e voltei a prestar atenção na janela. Minutos depois de conversa vi que a Rafaela e a Selena dormiu. Com dificuldade a Ariana saiu de lá e foi se sentar ao meu lado. Eu ofereci o todynho para ela, e ela pegou. Ficamos conversando e ela logo caiu no sono. Estava começando a ficar com sono também, então deitei minha cabeça no banco e fechei meus olhos, esperando que eu dormi-se.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Continua... 

É o fim dessa viagem, e o Louis vai chegar rápidinho. k

4 de julho de 2015

Capítulo 18 - Life's Good



~ Anne On ~

Caraca! Minha vida mudou tanto e tão rapidamente... Tudo começou a acontecer quando conheci a (Seu Nome), é como se ela tivesse sido responsável por todas as coisas boas que me ocorreram, e de certa forma, ela foi. Desde que nos conhecemos melhor, passei a tê-la como uma irmã... Principalmente por ela ser do Brasil e eu ter uma paixão inexplicável por esse país. Estávamos sempre juntas e ela me fazia ser eu mesma como ninguém. Lembro que nos conhecemos por pura coincidência em um dia como outro qualquer e ela se tornou grandiosamente especial na minha vida.
Atualmente não tenho nada do que reclamar... Estou passando pela fase mais feliz da minha vida. Parece um sonho, mas tudo que desejei em todos esses anos agora é REAL. Trabalhei como assistente pessoal do novo baterista do Justin e com o dinheiro consegui concluir minha faculdade de Desenho e Pintura. Hoje faço quadros que são expostos e leiloados. A maioria deles tem algo sobre o Justin e assim acabo arrecadando mais com as Beliebers. Também faço roupas com desenhos personalizados, desenhos para decoração de paredes e tudo relacionado a essa arte. Sou muito realizada com meu trabalho, tanto que pude comprar uma casa aqui mesmo em Londres. A casa onde morava com meu irmão agora é apenas dele. Sou muito apegada a essa cidade e é aqui que quero viver o resto de minha vida. Ainda tenho muito contato com os meninos, e de todos o que sou mais apegada é Liam. Amo conversar com ele, pois temos muitos pensamentos em comum, mas claro que sou grata por todos eles por tudo que vivi com eles e com certeza os cinco também estão entre as pessoas que eu mais amo nessa vida. Estou muito realizada quanto à minha vida profissional.
Sobre minha vida amorosa... Não poderia ser mais perfeita. Afinal, eu sei que quase metade do planeta gostaria de estar no meu lugar. O Justin é realmente um príncipe e me sinto a garota mais sortuda do mundo por estar com ele. Nunca vou me cansar de admirá-lo e dizer o quanto o amo. Qualquer tanto seria pouco. Estamos namorando e temos até um anel para simbolizar isso. É claro que ainda sonho em me casar com ele, mas entendo que ainda somos um pouco jovens e podemos esperar mais um pouco, e também, não precisamos de um casamento para oficializar o que sentimos um pelo outro. Nós mesmos sabemos mais do que ninguém. Ele continua o mesmo do começo... Sempre me elogiando, dizendo o quanto ama meu jeito encantador, bem-humorado, louco e charmoso de ser. É claro que fico me sentindo, pois nunca vou me esquecer que antes de tudo isso eu era apenas mais uma Belieber com um amor platônico por ele. Sempre fui muito sentimentalista e sonhadora... Não estou aqui por um acaso, acredito que existe uma força maior sobre todos esses acontecimentos maravilhosos em minha vida. Não quero mudar nunca o meu modo de ser por estar onde sempre sonhei chegar, até porque, cheguei até aqui sendo o que sou, então não seria justo me mascarar na melhor parte de tudo. Procuro sempre ser gentil e passar paz para as pessoas, porque é o mesmo que desejo delas. Passei por muitas coisas até chegar aqui, me arrependo amargamente de palavras cruéis que deixei escapar, de atitudes impensadas, de momentos em que a raiva me dominou, mas sempre me lembro que todos esses momentos foram instigados pelo amor que eu sentia e pela vontade incontrolável de proteger as pessoas que amo. No fim de todos os pensamentos sempre chego à conclusão de que se tirasse as partes ruins de tudo que passei, provavelmente o final não seria tão perfeito como está hoje. Eu e a (Seu Nome) voltamos a ser amigo, o que acredito que nunca deixamos de ser. E não poderia ser diferente, chegamos aqui praticamente juntas, apesar das curvas acentuadas dessa estrada. Ela continua sendo e sempre vai ser como uma irmã para mim.
Realizei meu sonho e de uma forma muito melhor do que esperava, é aí que está, quando sabemos esperar e temos fé, a vida nos prepara coisas maravilhosas.

~ Anne Off ~

~ Laura On ~

Ás vezes custo a acreditar no rumo que as coisas tomaram. Quando saí do Brasil, apenas com Josh e me mudei para Londres é claro que pensava em mudar de vida e dar tudo que meu filho merecia. Mas isso só foi acontecer 12 anos depois, com a chegada da (Seu Nome). Eu sei que me arrisquei muito ao sair de um país, como mãe solteira, sem saber ao certo como seria quando chegasse aqui, mas quando olho para trás, percebo que o risco valeu a pena.
Receber a (Seu Nome) na nossa casa foi tão gratificante para mim, mas nunca poderia pensar que ela viria como um anjo para mudar nossa vida. Mesmo morando longe, procurei ser uma tia presente, pois tenho um carinho enorme por essa garota e vê-la crescida e tão linda foi ótimo.
Josh desde pequeno sempre foi muito sonhador, principalmente em relação à sua bateria... Companheira inseparável. É claro que o apoiava, mas confesso que às vezes pensava que ele sonhava alto demais, afinal eu era apenas uma professora de História e não era o que tinha sonhado para mim ao vir para cá. Mas quando a (Seu Nome) chegou, ele teve o impulso que precisava, dava para perceber nos olhos dela que ela acreditava no potencial dele e no sonho que ele tinha, coisa que me faltou dar a ele. Foi a partir do primeiro passo que tudo se modificou. Em menos de uma semana Josh já era baterista da maior Boyband do mundo atualmente. Fiquei tão feliz por ele, foi quando percebi que era tudo que ele precisava... Ser reconhecido pelo que fazia... Ele foi, e explodiu no sucesso. No começo foi tudo muito estranho para mim, ver meu filho em noticiários, em capas de revista, comentários sobre nas ruas e na Universidade, minhas alunas alucinadas me perguntando tudo sobre ele... Sempre fui muito séria em relação à minha família e protetora em relação ao Josh... Mas aos poucos aprendi a lidar com isso e o orgulho tomou conta do meu coração de forma absurda. Era vê-lo ou ouvi-lo tocar para que uma lágrima surgisse em meu rosto. Não há felicidade maior para uma mãe que ver seu filho realizado e feliz.
Josh sempre foi um filho apegado a mim, e muito dedicado a tudo que lhe dizia e fico muito feliz em perceber que ele carrega isso consigo até hoje. Josh comprou uma casa para mim... Muito maior do que a que morávamos, fico até meio sem graça em pensar que a casa é minha, pois é linda e muito confortável. Ele ainda mora comigo, mas diz que logo a casa será somente minha, o que eu oro pra que demore muito a acontecer. Também sou muito apegada a ele e tudo que fiz nessa vida foi pensando nele e sei que ele reconhece isso. Josh também sempre soube respeitar o meu espaço e apesar de ser um pouco ciumento, não deixava de me apoiar quando conheci alguns caras legais. Ele não tinha do que reclamar, sempre me dei ao respeito e não era qualquer homem que deixava passar pela porta de minha casa. Hoje, continuo solteira, não me preocupo mais em encontrar alguém, com o tempo percebi que tudo que realmente preciso está bem perto de mim... O meu filho.
Deixei de trabalhar na Universidade como professora e agora ajudo minha irmã (Sua Mãe) nos negócios da família. É como se eu fosse uma Auxiliar e devo dizer que o salário é bem melhor, mas melhor do que qualquer salário é estar perto das pessoas que amo, fazendo algo gratificante. A (Seu Nome) vai ser além de minha sobrinha querida, um anjo que passou em minha vida.

~ Laura Off ~

~ Josh On ~

Tenho tantos motivos para agradecer... Agradecer à minha mãe, aos meninos da banda, à Anne, ao Justin, à (Seu Nome) e principalmente a Deus por ter me dado um talento e a oportunidade de ter todas essas pessoas em minha vida. Hoje sou um cara feliz e completamente diferente graças a essas pessoas.
Minha mãe primeiramente foi a responsável por eu existir, junto com meu pai que infelizmente me deixou. Ela me educou, me ensinou a fazer escolhas, lutar por meus objetivos, estar sempre atento a descobertas e a colocar amor em tudo que faço. Minha mãe é minha rainha e a pessoa que eu mais amo na vida. É graças a ela que sou esse Homem realizado e feliz, pois ela me ensinou a traçar um objetivo e sozinha como uma guerreira conseguiu me transformar em uma pessoa de sucesso em todos os sentidos.
A One Direction foi minha maior felicidade. A banda como um todo, mas também cada indivíduo que faz parte dela... Harry foi um cara com quem aprendi muita coisa, ele me ensinou que dá pra ser feliz sendo sério, mas ao mesmo tempo louco e a ser generoso com a vida. Liam é um exemplo de amigo, e me ensinou a superar as dificuldades pensando positivo. Zayn é ridiculamente vaidoso, mas acima disso, ele conhece o que ele é, e isso foi uma coisa que sempre admirei e foi com ele que aprendi a me valorizar. Louis, ao lado dele não dá pra ficar pra baixo, o cara é fera e me ensinou a ter bom-humor até nos momentos mais difíceis. Niall é o que mais me identifico, ele é tranquilo, mas tem um mundo interno que poucos conhecem e foi com ele que aprendi a me resguardar. Amo estar rodeado de pessoas que eu amo e com esses caras, o amor está completo.
Anne também me marcou... Por ser uma garota tão meiga e louca ao mesmo tempo, ela consegue ser o que você espera que ela seja e me conquistou logo de cara, além disso, me ajudou bastante apenas pela simples presença, além de ter passado comigo o momento mais assustador da minha vida.
A (Seu Nome)... Nossa, a (Seu Nome)... É realmente difícil definir o que essa garota representa para mim... Talvez tenha sido um anjo, uma irmã, uma luz, uma amiga incondicional... Qualquer coisa a mais do que simplesmente prima. Tenho uma conexão muito forte com ela, tão forte que no começo cheguei a pensar que pudesse acontecer algo a mais entre a gente, mas com o tempo percebi que se tratava apenas de amor de sangue, amor de presença, amor de saudade, amor de compreensão... Ela sempre acreditou em mim, e foi graças a ela que consegui me tornar baterista da One Direction. Sempre tive vontade de protegê-la de tudo... Não tenho certeza se me sinto o anjo dela ou se sinto como se ela fosse meu anjo. De qualquer forma, ela ocupa um espaço enorme em meu coração que jamais ficará vazio. Amo muito minha priminha.
Cada passo que eu dei nessa vida me trouxe alguma emoção, mas acho que hoje estou no ápice de todas as emoções juntas. É como se eu já tivesse vivido tudo que se tem pra viver... Sou muito feliz. E me surpreende estar conseguindo ser tão feliz sem uma garota, mas é que meu principal foco tem sido meu trabalho, eu amo o que faço e quero fazer até os últimos dias de minha vida. Aquele rapaz sensível e emotivo ainda existe em mim, só que agora em uma mentalidade de Homem. Hoje percebo que valeu a pena cada esforço que tive com aquela bateria e cada sonho que sonhei a cada som que saía dela.


~ Josh Off ~

(Continua...)
------------------------------------------------------------------------------------------

18 de junho de 2015

Capitulo 22 - Formed Plans (+ comentário)



-
                                                          Kylie on

 Eu não sabia que seria liberada cedo, porque eu fui recusar convite delas? Que ódio, eu poderia descobrir o que eu poderia fazer. Suspiro. Vou tentar na casa dos Pais da Selena, elas devem estar em casa. Liguei o Mp3 do meu carro e fui cantando para a casa onde elas estão. Cheguei em frente a casa, encostei a cabeça no banco e suspirei. Modo Kylie paciente. Sai do carro depois de um tempo com um sorriso treinado e apertei a campainha, mais ninguém atendeu. A porta parecia estar aberta, e sim, estava, elas deviam ter cuidado com isso. Entrei na casa chamando pela Selena, nada. Pelo visto elas não estão aqui e nem aquele guarda costa estranho. Deixei a bolsa em cima do sofá, e olhei em volta. Meus olhos pousaram em um celular em cima da mesa. Que seja da (Seunome), que seja da (Seunome). Peguei ele, e verifiquei. O protetor era uma foto dela, e, para a minha sorte, não tinha senha.
 Dei um sorriso para mim mesmo e revirei ele procurando alguma coisa que compromete-se ela, e não acabei achando nada demais. Procurei nas mensagens, e vi muitas mensagens dela com Louis. Não perdi meu tempo lendo, e se eu manda-se ele se ferrar pela mensagem? Não, isso iria estragar meu plano de ser amiga delas. Estava desistindo. Desci mais um pouco e ali estava escrito "Calum Hood" dei um sorriso e vi a mensagem. Abri um sorriso ao ver a conversa deles, e a minha cabeça já estava se formando um plano perfeito. Peguei o numero daquele menino, e salvei no meu celular. Deixei o celular da (Seunome) na mesa e sai da casa.
 Se a porta estava aberta com certeza elas estão perto. Fui dar uma olhada na praia, mais eu não encontrei elas. Me sentei na areia, e fiquei organizando o plano em minha cabeça.

Eu(Kylie): Agora você esta ferrada comigo (Seunome).

                                                     Kylie off
                                                          Você on

 O Jeremy já estava indo quando eu percebi que esqueci de trazer a câmera, pedi para ele parar, e me esperar. Chamei a Rafaela para ir comigo, e nos estávamos voltando para a casa. Fui correndo para o quarto, peguei a câmera e nos voltamos. A Rafaela me cutucou e apontou com a cabeça para uma menina sentada na areia.

Eu: Kylie? -ela levantou a cabeça, como se leva-se um susto.-
Kylie: Oi meninas, pensei que não encontraria vocês, achei que não estavam em casa. -levantei a sobrancelha.-
Rafaela: Você esta com biquíni ai? -ela balançou a cabeça.- Então vamos para o iate.
Kylie: Claro.

 Fomos andando para o iate, e assim como eu, a Selena ficou surpresa. O Jeremy nos ajudou a subir no iate, e então ele ligou os motores e começou a velejar.

Selena: Pensei que não iria vim.
Kylie: É, eu fui liberada cedo do trabalho. -sorriu.-

 Eu já tinha me esquecido que ela era modelo. Fui para onde o Jeremy estava, e fiquei olhando em volta, vendo tudo sumir e o azul da água tomar conta das nossas visões. Ele parou o iate e eu fui logo tirando o meu short e pulei na aguá.
 As meninas não demoraram a entrar, só a Kylie ficou no iate tomando sol. Ficamos jogando água uma na outra, e depois eu voltei para o iate. Peguei a câmera e fiquei tirando fotos das meninas pulando na água, e por uma ironia do destino eu consegui tirar uma perfeita.

-

-

 Selena veio até mim e pediu a câmera, eu a entreguei e fui tomar sol ao lado da Kylie. Ela apenas olhou para mim através dos óculos abaixados, e o concertou, voltando a deitar sua cabeça. Me deitei ao seu lado, e reparei um sorriso no canto de seus lábios. Aquilo me fez arrepiar. Para de pensar bobagem, o que ela pode fazer com você? Te jogar do iate? Com coisa que eu não sei nadar. Peguei uma pequena toalha e coloquei sobre os meus olhos, e deixei que o sol esquenta-se a minha pele.
 Minha pele estava ficando vermelha, e ardendo. Fui para dentro, e peguei o protetor solar. Enquanto em passava, meu corpo ardia com o toque. Odeio ficar queimada. Fiquei do lado de dentro, na cabine. Não queria enfrentar o sol do lado de fora, para a minha pele não piorar. Ainda bem que não foi uma queimadura grave, essa tem cara de que vai passar logo. Minha pele não esta vermelha, esta meio rosada. A porta da cabine se abriu, e a Kylie entrou.

Kylie: Você esta bem? -isso te importa?-
Eu: Sim, eu acho que sim. -olhei meus braços rosados.-
Kylie: Se quiser posso te fazer companhia.
Eu: Tudo bem, pode ficar. -oque? Eu aceitei? Acho que vou vomitar.-
Kylie: Você esta toda rosa. -ela olhava meus braços, e isso me fez olha-los também.-
Eu: Tenho problemas em ficar no sol sem protetor solar, e eu esqueci de passar.
Kylie: Ah, claro. -sorriu.- Como é no Brasil? -abri um sorriso, me lembrando de tudo lá.-

-

-

Eu: É ótimo! -continuei a olhar para o lado, me lembrando dos poucos amigos que eu tinha lá graças a Rafaela.-
Kylie: Porque você não volta? -seu tom de voz era despreocupado, não parecia que queria me ver longe, mais eu pensei nessa hipótese por um momento, eu a olhei.- Quero dizer, não vai lá matar a saudade, parece que sente bastante falta do Brasil.
Eu: E eu sinto, até mesmo da minha mãe, das pessoas, do mar... -suspirei.-
Kylie: Você namorou alguém antes do Louis?
Eu: Não, nunca tive um namorado sem ser Louis, eu só ficava com uns meninos, mais nunca namorei antes, é diferente com o Louis sabe? Ele foi meu primeiro em tudo. -porque to contando isso para ela?-
Kylie: Ele que te beijou primeiro? -bufou.- piada né?
Eu: Não, eu e ele namoramos quando eu era bem nova. -ela abriu a boca, mais a fechou de novo.-

 Continuamos a nossa conversa, e sempre que eu perguntava alguma coisa sobre Liam, ela mudava de assunto ou perguntava outra coisa, e isso me deixou ainda mais culpada. O sol estava indo embora, Jeremy voltou para a praia, e nos saímos do iate. Perguntamos para a Kylie se ela queria participar da fogueira com a gente, ela disse que até participaria, mais estava ficando tarde e amanhã ela teria que levantar cedo para tirar fotos com a irmã dela. Nos despedimos dela, e ficamos olhando ela entrar no carro e ir embora. Aquela ardência em minha pele estava indo embora, mais quando alguém me encostava ainda ardia. Fomos para dentro e deixamos o Jeremy cuidar da fogueira.
 Fui para o quarto sozinha, peguei uma roupa, entrei no banheiro e resolvi tomar um banho gelado, e lavei meu cabelo. Assim que terminei, sai do banheiro enrolada na toalha, me sequei com bastante cuidado, mesmo assim ardia, e me vesti.

-

-

 Deixei meu cabelo molhado solto, apenas penteei com uma escova. Sai do quarto, e fui para fora de casa. O Jeremy estava tocando o violão, ou ajustando as cordas. Eu me sentei ao seu lado, e fiquei olhando ele fazer aquilo. A minha barriga roncou, e eu coloquei minha mão sobre ela. Nunca tinha ficado sem comer durante tanto tempo assim, ainda mais agora que o meu apetite aumentou bastante, tudo mudou quando eu fui para Londres. Estava me levantando para comer alguma coisa, mais elas as meninas apareceram com mashmallow, uma cesta de piquenique e uma garrafa de coca. Me sentei novamente e começamos a nossa farra em frente a fogueira. Comi três sanduíches e dois copos daquela coca. Quem estava tocando o violão era Jeremy, ele tocava muito bem. Cantamos algumas musicas antigas como dos Beatles, N'Synic, Michael Jackson, BSB (Black Street Boy's), ... Até enjoarmos e só ficamos observando o mar. Agora estávamos escutando historias de terror do Jeremy.

Jeremy: Era a menina mais linda que arrastava corações, todos pediam a moça em namoro mais nenhum daqueles piões eram para ela. Ela nunca se interessou por um rapaz até certa noite. Em uma festa que ela estava julgando ser desanimada. Um cara charmoso e desconhecido apareceu do nada, e logo chamou a atenção das moças daquela festa, mais a sortudo foi ela. Eles dançaram a noite toda, ela não se cansava de admirar a beleza daquele rapaz desconhecido, que nenhum outro cara viu em sua vida. Ela se convenceu que devia te-lo somente para ela, e ele a tinha fácil em suas mãos. Depois daquela noite, a moça sumiu durante duas semanas, ninguém nunca mais tinha ouvido falar dela, até que ela apareceu, morta em um cemitério, em cima de uma cova, com o seu coração arrancado. A foto era do mesmo homem que estava dançando com ela naquela noite. -bom, não era muito terror para mim.-
Eu: A história é legal, mais faltou o terror.
Selena: Já ouviu da mulher que volta toda quaresma?
Ariana: Não, conta.
Selena: Uma vez, a mulher estava feliz porque iria se casar com o homem mais lindo da sua cidade. Estava realizada nem sabia que uma tragedia poderia acontecer. O dia do casamento chegou e então ela entrou na igreja toda animada, mais ele não estava lá. Ela teve um infarto na hora, e acabou morrendo. Sua mãe desesperada, enterrou o vestido dela no quintal da sua casa. E toda vez que chega a quaresma ela volta naquele quintal atras do seu vestido de noiva.
Rafaela: Não tem tanta ação. -suspirei.-
Eu: Estou começando a ficar com sono com essas histórias entediantes.
Selena: Então conta uma ué.
Eu: Não tenho nenhuma história legal para contar.
Rafaela: Eu tenho. -ela parou por um minuto e fez suspense, e continuo.- Havia numa cidade uma velhinha magrinha, alta, toda descabelada parecendo ter uns 90 anos de idade. Ela todas as noites de lua cheia aparecia em frente ao cemitério Cruz e ficava lá pedindo esmola. Um dia um grupo de alunos deu uma festa no Stilus Halloween, uma danceteria que ficava perto do cemitério Cruz. Foi uma festa sinistra, de arrepiar, de arromba que deixou a galera animada. A festa rolou até altas horas da madrugada, quando a turma decidiu voltar para casa. No caminho de volta da festa a galera passou em frente ao cemitério e viu uma velhinha pedindo esmola. Os garotos acharam muito esquisitos, mas como eram gentis foram lá vê-la e um dos jovens perguntou: - A senhora não tem medo de ficar aqui até essa hora da noite? Ela então respondeu:- Quando eu era viva eu tinha. Ao ouvir isso todos saíram correndo.

Ariana: Acho que não vou conseguir dormi depois dessa historia. -ela se agarrou à Selena.-
Eu: Essa foi legal, porém, não me assustei.
Selena: Eu to arrepiada, olha aqui. -mostrou seu braço.-
Jeremy: Você sabe contar uma história. -sorriu.-
Rafaela: Obrigada. -sorriu também.-

 Voltamos a outras conversas, falamos até de garotos, tipos de bebidas, e quando Jeremy foi se deitar falamos sobre sexo. Foi bastante engraçado escutar a primeira vez das meninas. Eu estava com vergonha, mais contei como foi a minha primeira vez, e eu acabei soltando que o Louis foi o meu primeiro em tudo.

Selena: Você era bv? -entortou a cabeça.-
Eu: Não, e que eu e o Louis namoramos quando eramos pequenos.
Ariana: Sério? Eu acho isso fofo.
Rafaela: Isso é legal, não fofo. Eles foram separados durante anos.
Eu: Mais estamos juntos agora.
Selena: Ainda bem.

 A conversa sobre beijos e sexo rolou até meu sono acabar vencendo a luta, e eu me levantei e fui para o quarto me despedindo das meninas. Subi para o quarto, entrei no banheiro, tomei outro banho, vesti meu pijama, arrumei a cama, me deitei, virei para o canto, e não demorou para que eu estivesse dormindo.

                                       _____________________________________________

 Acordei cedo, estava fresco, e a luz do sol brilhava dentro do quarto. Me sentei na cama, me despreguiçando. Percebi minha pele queimar quando toquei meu braço, ainda doía. Pensei em passar o dia na cama, estava com muita preguiça, e aquela queimadura estava acabando comigo. Mesmo com preguiça eu me levantei e fui para a cozinha, onde a Selena e a Ariana estavam conversando sobre Justin ser ou não idiota.

Eu: Bom dia.
Selena: Bom... -ela me olhou.- Nossa, você esta péssima.
Ariana: Nem percebi que a sua pele estava rosa.
Eu: É, eu exagerei ontem.
Selena: Eu iria propor aproveitarmos a praia, mais parece que você esta acabada.
Eu: Aproveitem sem mim, hoje eu vou fazer outra coisa. -sorri.-
Selena: Posso saber o que você vai fazer?
Eu: Dormi, e ficar longe do sol o dia todo, talvez eu leia um livro.
Ariana: Tem uma pomada para queimaduras do sol no banheiro do meu quarto.
Eu: Ótimo, vou precisar.

 Sai da cozinha me despedindo delas, e fui para o quarto onde elas dormiam. A Rafaela estava toda embolada no meio dos lenções, e isso me fez sorrir, ela estava muito fofa dormindo. Entrei no banheiro, procurei no armarinho e encontrei uma pomada. Levei para o meu quarto e da Selena, e comecei a passar aquilo pelo meu corpo. Liguei o ar-condicionado, peguei um livro dentro da minha mala, me deitei na cama e fiquei lendo "Cinquenta tons de cinza" e me deixei ser seduzida pelo Christian Grey assim como a Anastasia Steele estava seduzida.

                                       ___________________________________

 Abri meu olhos, nem tinha percebido que dormi lendo o livro, que estava sobre o meu rosto, e minhas mãos ainda agarravam meu livro. Me sentei na cama, e fechei o livro. Eu ainda estava com a minha roupa de dormi. Balancei a cabeça para espantar o sono, e me levantei, indo para o banheiro. Tomei um banho frio afim de relaxar minha pele, que agora não ardia tanto assim, e aquela cor rosa estava sumindo. Sai do banheiro enrolada em minha toalha, peguei uma roupa, me sequei e coloquei a minha roupa.

-

-

 Penteei meu cabelo e fiz um coque nele. Calcei meu chinelo e sai do quarto. A casa estava silenciosa, não parecia ter ninguém dentro da casa. Fui para a cozinha, olhei nos armários procurando qualquer coisa para comer. Achei tudo para um sanduíche de manteiga de amendoim e geleia de morango. Fiz uns três desse para mim, e enchi meu copo com a coca de ontem à noite. Fui para a sala, liguei a televisão e fiquei vendo The Originals. Quando terminou, levei aquele prato e o copo para a cozinha, lavei sequei, e guardei. Voltei para a sala e fiquei passando a televisão, procurando alguma coisa interessante, algum tipo de filme que prendia a minha atenção. Mais eu não achei nada. Desliguei a televisão e resolvi andar na praia, mais antes de sair passei protetor solar. Fiquei andando na beirada do mar, com os braços para trás, não tinha nada para fazer, e os dias das nossas férias estavam chegando ao fim. Acho que estou aliviada que esteja acabando, mais eu não vou poder ver o Louis, ele ainda vai estar em turnê, só verei ele três dias depois. Parei de andar e me sentei na beira do mar, fiquei olhando o azul do mar e acabei fechando meus olhos. Abri um sorriso para o vendo que batia em meus cabelos e por um momento estava no Brasil, curtindo a praia como toda sexta. Meu celular começou a tocar, me despertando dos sonhos, e me fazendo levar um susto da realidade. Eu atendi sem nem se quer ver quem era.

                                           Ligação on

Eu: Alô?
Louis: Oi amor. -não percebi que sentia falta da sua voz.-
Eu: Tudo bem?
Louis: Eu to bem, eu tenho uma coisa pra te contar. -eu pude ouvi o sorriso, e o imaginei.-
Eu: Então me conta ué.
Louis: Eu to indo para Londres antes, um show foi adiado. -eu sorri.-
Eu: Pensei que teria que ficar mais três dias sem te ver.
Louis: Também.

 Fiquei conversando com Louis bastante tempo no celular. Ele me conto sobre o seu dia e eu contei sobre o meu. Não disse sobre as mensagens de Calum, não queria que ele fica-se com raiva de mim. Depois de um bom tempo com Louis no celular eu desliguei, e voltei para a casa. Só Jeremy estava em casa. Me sentei na sala com ele, e fiquei assistindo ao basquete que passava na televisão. Meus olhos estavam começando a se fechar e eu acabei desistindo. Fui para o meu quarto, me deitei na cama, e não demorou para que eu cai-se no sono.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Continua...

Bom gente, quero informa que demorei a postar porque eu estou de resguardo (ainda), e hoje eu consegui postar porque vim na casa da minha prima onde deu para postar. Vai demorar para postar o próximo, talvez quando o meu filho estiver com 1 mês e pouquinho, no caso dia 29. Pois é gente, eu sou mamãe (morrendo de sono mais sou). Obrigado por lerem o capitulo anterior e mais um obrigada pelo comentário da Bel. Beijos xox

28 de maio de 2015

Capitulo 21 - Só o começo.




-

 Escutei a Rafaela e a Ariana dando um grito e eu entrei no quarto de pressa, elas pulavam em cima da cama desesperadas, e apontavam para uma barata inocente no chão. Revirei os olhos, peguei o chinelo e matei ela.

Rafaela: Ah, é o meu chinelo! -eu a encarei.-
Eu: De nada.
Ariana: Tadinha da barata, ela não fez nada à ninguém, porque você matou ela? É só espantar.
Eu: Sério isso? -fiquei sem entender nada.-
Rafaela: Obrigada por ter matado aquela barata, salvou a minha pele. -desceu da cama, a Ariana se sentou na cama tomando as dores da barata.-
Ariana: Ela parecia tão assustadora, mais não tinha culpa de ser assim, coitadinha. -fez bico.-
Eu: Ah Ariana, qualquer dia a gente adota uma barata para você. -dei um abraço nela.-

-

-

 Nos saímos do quarto, e encontramos a Selena no corredor. Deixei meu celular na mesinha da sala e sai para a praia com as meninas, Jeremy mostrou onde o iate estava e voltou para o seu jogo.
 Olhamos ele por dentro e estava bastante bagunçado, e estava precisando é de uma lavada. Desistimos dos baldes que havíamos trago, e fomos procurar uma mangueira na garagem. Enquanto procurávamos, a Ariana apareceu com uma caixa de arminhas d'água. Havia umas dez daquelas, e nos olhamos para a Selena, ela deu de ombro.
 Levamos as arminhas e a mangueira. Chegamos no cás e procuramos por uma torneira, quem achou foi a Rafaela. Encaixamos a mangueira e arrastamos ela para dentro do iate e começamos a lavar dentro da cabine, que estava uma bagunça. Eu acabei me molhando e as meninas riram do meu estado, eu as encarei e joguei água nelas também.
 Estávamos começando uma guerra, mais a Selena pediu para parar e concentrar no iate e depois fazer guerra d'água. A Rafaela concordou e começamos a secar dentro do iate, deixamos tudo limpo.
 Quando terminamos do lado de dentro, fechamos a cabine e lavamos o lado de fora. A Ariana tirou sua blusa reclamando do calor que estava fazendo aqui em Los Angeles e nos entramos na onda dela tirando as nossas também.
 Terminamos de secar o lado de fora do iate, e saímos do iate com as arminhas e a Ariana estava com a arminha, fingindo ser uma policial profissional. Selena, Rafaela e eu estávamos voltando para casa até a Ariana esguichar água em nós três. Nos viramos, e a vimos com uma cara de inocente, e nos a encaramos pegando as arminhas com um pouco de água e esguichamos nela. Ela começou a rir e fez uma dancinha.

-

-

 Começamos então a guerra, que foi longa, corremos de um lado para o outro, demos pausa para recarregar a armas, e começava tudo de novo até o sol se pôr. Estávamos cansadas, e com fome. Eu fui direto para o quarto tomar um banho para tirar aquela água salgada do meu corpo, sai do banheiro enrolada na toalha e a Selena logo entrou no banheiro. Peguei uma roupa para mim, e me vesti.

-

-

 Hoje era o meu dia e o da Selena de fazer o jantar. Fui direto para a cozinha, a Ariana estava conversando com Jeremy na sala, e eles riam de alguma coisa engraçada. A Selena entrou na cozinha e começamos a fazer bifes grelhado com batata enquanto conversávamos sobre a Kylie, ela me disse que depois iria ligar para a Kylie e a chamaria para sair amanhã. O jantar ficou pronto, eu fui chamar as meninas e o Jeremy que conversavam na sala e a Selena terminou de arrumar a mesa. Nos sentamos à mesa e comemos entre uma falação, estava me incomodando, mais estava animada também, depois a falação se formou em silêncio. Terminamos de jantar, colocou meu prato na pia.

Selena: Agora quem vai lavar a louça, tchantchantchan... Rafaela Foster e Ariana Grande. -Aplaudimos, a Rafaela fez uma careta.-
Rafaela: Sério? -fez careta.-
Ariana: Oque que tem Rafa? Sem preguiça, anda! -se levantou.-

 Elas ficaram lavando a louça, e a Sel, Jemy e eu saímos da cozinha rindo. O Jeremy foi dispensado para dormi, peguei meu celular na mesinha e eu e a Selena ficamos sentadas na porta da frente vendo as ondas que cresciam ao longe no mar, tive aquela sensação de estar sendo vigida, mais eu sacudi a cabeça. Aquilo é tolice, quem iria me olhar? Um paparazzi? Bufei, a Selena me olhou.

Selena: Acho que eu vou entrar, estou ficando com sono.
Eu: Também vou entrar.

 Entramos, trancamos a porta e passamos para a cozinha. A Selena desejou boa noite para elas, e eu fiquei na cozinha conversando com elas um pouco, depois fui para o quarto. A Selena havia acabado de sair do banheiro secando o cabelo com a toalha e pronta para se deitar e dormi. Peguei minha mala, as noites aqui são um pouco fria, mais hoje esta fresco. Peguei uma blusa grande e fui para o banheiro com a escova de dente. Fiz a minha higiene, prendi meu cabelo com um elástico, troquei a minha roupa colocando aquele blusão e sai do banheiro. Guardei minha escova de dente na mala e me deitei na cama. A Selena estava falando no celular com alguém, pensei que era a Kylie, mais quando ela disse: "Eu sinto a sua falta, te amo" meus pensamentos foram para Justin. Eu puxei o lençol para cima de mim, e me virei para o canto, mexendo no meu celular. Haviam mensagens de Louis e uma do Calum, suspirei e li as de Louis e logo a de Calum: "Queria que fossemos apenas nos dois, uma coisa mais intima. Xo C." Abri a boca em um O perfeito e respondi: "Não posso fazer coisas intimas com você, eu tenho namorado, e eu o amo." fiquei respondendo as mensagens de Louis. Nenhuma mensagem de Calum chegou. Meu sono chegou, eu desejei boa noite ao Louis e me virei para o canto, fechei meus olhos e dormi.

                                                        Você off
                                                              Louis on

 Me acordaram cedo com uma falação que não tem fim, eles estavam fazendo bagunça no quarto que eu dividia com Liam e Zayn no hotel, a unica coisa que eu queria era silêncio, mais não era possível no momento. Os meninos não iriam deixar eu e Zayn dormi de novo. Me sentei na cama, passando a mão no cabelo bagunçado e encarei Niall com a minha cara de sono. Como uma pessoa pode ter energia de manhã?

Niall: Bora jogar futebol? -sorriu.-
Eu: Não, eu to cansado, quero dormi para o show logo de tarde. -me deitei na cama cobrindo a minha cabeça.-
Niall: Ah, qual é Louis? -puxou a coberta, mais eu permanecia com ela na cabeça.-
Zayn: Já viu que horas são? Eu quero dormi. -reclamou.-
Liam: Tudo bem, eu vou tomar meu café da manhã.
Harry: Vou com você!
Niall: Também vou ir.

 Ouvi a porta bater e me cobri direito. Olhei para o lado vendo Zayn já caindo no sono de novo e me perguntando como ele consegui e acabei dormindo vendo-o dormi.

                                       ____________________________________

Liam: Louis? Acorda. -me sacudiu, abri os olhos e olhei Liam, indo sacudir Zayn.- Já ta na hora, anda Zayn.
Eu: Me deixa dormi mais um pouco.
Liam: Anda, já esta na hora de ir para o local do show, depois vocês descanção. -me sentei na cama.-
Zayn: Merda!

 Me levantei da cama, e fui para o banheiro com a escova de dente. Fiz a minha higiene tomei meu banho pretendendo demorar, mais Zayn bati na porta falando para sair logo que queria entrar. Sai do banheiro com a toalha enrolada na cintura, e fui pegar a roupa. O Liam não estava mais no quarto, deve ter acabado de se arrumar e desceu. Me sequei e vesti uma cueca box, Zayn saiu do banheiro enrolada na toalha. Procurei uma roupa na mala, peguei uma calça jeans escura e uma blusa azul gola V. Baguncei meu cabelo em frente ao espelho, e passei perfume. Faltava pouco para Zayn terminar de se arrumar, e ele me pediu para esperar e assim eu fiz. Me sentei na minha cama, e fiquei olhando Zayn se arrumar. Quando ele terminou nos saímos do quarto e encontramos os meninos e o Paul na recepção do hotel. Zaimos com Paul e mais vinte seguranças que estavam nos guiando para a vã. As fãs que estavam ali gritavam e choravam. Recebi puxões e arranhões no braço, que doía. Entrei na vã finalmente, e ela nos guio a outro grupo de fãs histéricas que gritavam nossos nomes. Queria parar, conversa e tirar fotos, mais Paul não iria permitir fotos agora. Finalmente entramos dentro do camarim. Vestimos a roupa do show, e a Lou fez o cabelo de Zayn primeiro. Eu e Harry ficamos brincando com a Lux. O Zayn terminou e Harry foi para o lugar dele e entregou a Lux no colo da babá dela. Peguei na mãozinha dela e dei um soco em meu rosto fazendo uma inseminação de dor.

-

-

 Ela começou a rir. O Zayn entrou na nossa brincadeira e ficamos fazer ela rir até a Lou me chamar para secar o meu cabelo. Deixei o Zayn brincando com a Lux e me sentei na cadeira, esperando a Lou terminar de arrumar meu cabelo. Quando ela terminou eu fui ver Zayn e a Lux, e o vi brincando com ela.

-

-

 Comecei a rir de como ele brincava com ela. O Paul no chamou, dizendo que estava na hora, e nos passamos pelo corredor que daria para o elevador do palco. Paramos por um minutos, demos um abraço e cada um foi para o seu lugar. O som de Up All Night já estava tocando, contamos até três e o elevador nos levou para cima, e os gritos começaram.

Niall: E ai Reino Unido! -ele gritou.- Estão preparados? -gritos.-

 E então começamos o show.

                                                    Louis off
                                                       Você on

 Hoje eu acordei cedo, já tomei café da manhã e já almocei, agora eu e a Selena estávamos lavando a louça, já que hoje era a nossa vez.

Eu: E a Kylie?
Selena: Ela não pode ir ao encontro.

-

-

Eu: Que pena. -disse irônica, e sorrimos.-

 Assim que terminamos de lavar a louça, fomos para o quarto nos arrumar. Ela entrou no banheiro primeiro que eu, enquanto eu procurava uma roupa para o clima quente de Los Angeles. Ela saiu e eu ainda estava confusa em que usar, ela me ajudou e eu agradeci entrando no banheiro com a minha escova de dente, onde fiz a minha higiene e tomei meu banho de trinta minutos.
 Não é porque a Kylie não vai ir que devíamos desistir de comprar biquínis e dar o passeio de iate que planejamos ontem à noite. Sai do banheiro enrolada na toalha, me sequei e vesti a minha roupa.

-

-

A Selena já estava arrumada, passei um batom núde, penteei meu cabelo, e fiz um rabo de cavalo no alto e sai do quarto com a Sels. Esperamos as meninas na sala. Elas não demoraram para descer. O Jeremy iria nos levar e ficaria com a gente na loja. Entramos no carro, e fomos conversando o caminho todo.
 O Jemy parou o carro em frente à uma loja. Assim que saímos do carro fomos reconhecidas por um grupo de meninas, tiramos fotos com cada uma delas, eu estranhei, eu não sou famosa, mais eu gostava do carinho que delas comigo e com a Rafa. Uma delas até disse que estava torcendo para que o meu namoro com Louis dar certo. Depois de tirarmos fotos com cada uma delas, entramos na loja e ficamos olhando os biquínis. Uma mulher veio até nos, perguntando o que desejávamos. Ela nos mostrou alguns biquínis que eu não fui muito com a cara, e pela cara da Rafaela, ela também não gostou muito. Nos duas fomos procurar biquíni em outra parte da loja. Aquela mesma sensação de que alguém esta me olhando volto, olhei em volta par ver se era coisa da minha cabeça. Ali, do lado de fora, um homem com óculos escuros e um boné aba reta. Ele não parecia um garoto, muito pelo contrario. Cutuquei a Rafaela para monstra à ela, ela me encarou e eu já iria mostrar para ela, mais aquele homem não estava mais ali. Balancei a cabeça clareando os pensamentos, e vi o olhar da Rafaela, sem entender nada. Peguei qualquer biquíni e ergui, sem menos ver como ele era.

Eu: Achei esse. -Ela fez uma careta, e eu não gostava muito dele também.-
Rafaela: Esse não é a sua cara. -fiz careta também.-
Eu: Vamos procurar em outra parte da loja.
Rafaela: Vamos.

 Olhei para o mesmo lugar antes de ir para o outro canto com ela, e aquele homem não estava ali. Realmente e coisa da minha cabeça, eu to ficando maluca. Procuramos o que queríamos até achar uns biquínis que eram o que procurávamos. A Selena e a Ariana ainda estavam vendo biquínis com aquela mulher, e pela cara, elas também não estavam gostando muito daqueles. Elas viram o nosso, e perguntaram onde achamos, fomos com elas até o mostruário do biquíni e elas escolheram um. Pagamos pelo biquíni e saímos da loja. O Jemy estava encostado no carro, olhando para todo o lado, e para o relógio. Entramos no carro e ele nos levou de volta para a casa. Fomos direto para o quarto trocar de roupa. Pensei em tomar um banho, mais ai eu vou entrar na água salgada, então não tomei, apenas coloquei o meu biquíni.

-

-

 Peguei a mala e comecei a procurar pelo meu short. A Selena saiu do banheiro com o biquíni dela, e pergunto se estava bom, respondi que sim e ela colocou o short. Fiquei olhando ela se avaliar no espelho, e balancei a cabeça sorrindo. Achei meu short e o vesti.

-

-

 Tirei o elástico que prendia o meu cabelo, e o arrumei, deixando-o solto. Dei uma olhada rápida no espelho e sai do quarto com a Selena. Ficamos na sala conversando, esperando a Rafaela descer. Enquanto é isso fazíamos alguns planos para depois do passeio do iate. O Jemy propôs uma fogueira na praia e nos adoramos a ideia, ele sempre dar idéias boas. A Rafaela felizmente desceu e nos fomos para o iate aproveitar o sol.

                                                               Você off


-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Continua...

Eu sei que ta meio tédio a minha fic (totalmente tédio), mais esperem até o fim dessa viagem meio chatinha que separa o nosso gostosão do Tomlinson da (Seunome), prometo que vai acabar e vai vim muitas surpresas pela frente, espero que tenham gostado desse capitulo, beijo amoras. Carlinha ;*